A vitória veio, mas o futebol foi deprimente

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, o São Paulo venceu o Bragantino em Ribeirão Preto, pela Copa do Brasil, por 2 a 1. Como resultado, tudo bem, afinal pode até perder por 1 a 0 no Morumbi que estará classificado para as oitavas-de-final. Mas o futebol…esse foi deprimente.

O que fico indignado é como pode o time não ter o menor padrão tático para entrar na área adversária. O padrão do São Paulo é tocar a bola, no estilo Barcelona. A diferença, mais do que os jogadores, é que os catalães tocam a bola sempre na direção do gol. O time vai crescendo e encurralando o adversário em sua área. O São Paulo vai tocando de lado, de lado, de lado, e acaba, num erro, abrindo a chance do contra-ataque.

Por mais que eu mesmo tenha eleito Pato e Ganso como os dois melhores em campo do São Paulo nesta quarta-feira, reconheço que falta mais intensidade aos dois. Ganso teve cinco ou seis toques mágicos, como um “quase” gol de cavadinha, após linda tabela com Pato; e perdeu um gol em assistência também de Pato. Mas são jogadas esporádicas no decorrer do jogo.

Já Alexandre Pato teve boa movimentação. Começou o jogo enfiado pelo meio, como centro-avante, mas aos poucos foi buscando os lados do campo, chegando mesmo a pegar a bola no círculo central.

Em contrapartida Maicon, aquele que até tem um bom passe, estava em noite horrível e errou tudo, além de não marcar no meio. Com o miolo de zaga errando muito nas bolas aéreas mais uma vez, o São Paulo, mesmo ganhando, chegou a tomar sufoco do frágil Bragantino.

Não consigo entender o que Muricy Ramalho fez nos 45 dias de Copa do Mundo, nos mais de 20 dias em Orlando, no restante no CT da Barra Funda, e por aí a fora. O time continua sem uma jogada ensaiada, passando por sérias dificuldades contra equipes que jogam retrancadas, não tem passagens pelas laterais, uma jogada de penetração pelo meio, chutes de fora da área. Muricy não pode mais reclamar de falta de tempo para treinar e elenco, pois ele tem um baita time nas mãos. Tem que fazer jogar.

Vamos ver com a volta de Kaka como ficará o time. O que é certo é que Pato tem que jogar. Ademilson…tchau!

Um comentário em “A vitória veio, mas o futebol foi deprimente

  1. Sabe sou mesmo admirador do Murici,
    masss, deixar em campo maicon, ademilson e principalmente dougrasss
    e’ mesmo assustador, tinha no banco Auro, Boschilla e Hudson,
    esses com certeza depois dessa podem pegar o bone, alias chuteiras
    e vazar, na’o va’o fazer isso e’ claro, pois a mordomia e’ grande.
    Ou essa diretoria, traca metas de produtividade,
    de objetivos durante a competicao, so’ recebendo os dim dim
    se atingirem as metas, ou estaremos mesmo
    vendo so’ esse tipo de porkaria,
    que para ganhar de um time de segundona entre os ultimos colocados
    foi uma humilhacao gigante.
    Murici, infelizmente o seu trabalho e’ o mesmo dos outros treneros daqui,
    uma merda completa e dos kartolas pior ainda
    pois na’o cobram na’o exigem qualidade, raca, entrega
    em troka do sala’rio gigante que recebem e em respeito a seu torcedor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.