Me belisquem! É verdade: o São Paulo ganhou!

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, parece incrível, mas depois de dez horas consegui gritar um gol do São Paulo e comemorar uma vitória. Aliás, mais do que isso: uma taça!

Com o empate contra o Corinthians conseguimos evitar nos igualar ao time da Marginal como a pior sequência, entre os grandes paulistas, com derrotas consecutivas: ficamos com nove contra dez deles em 2000; com a vitória de hoje, da mesma forma, permanecemos com 14 jogos sem vitória contra 15 do time da Marginal no mesmo ano. Então essa “taça” continua com eles.

No primeiro tempo pensei que perderíamos de novo. O time foi completamente dominado, não dava dois passes certos e não passava do meio de campo. O Benfica só não marcou porque a sorte – quem diria – nos ajudou, com a bola que foi no travessão, e Rogério Ceni que, mais uma vez, esteve presente.

Paulo Autuori mudou o time no intervalo. Tirou o inútil Fabrício e colocou Maicon. Com isso conseguiu a posse de bola e fez o passe melhorar consideravelmente.

O São Paulo, então, começou a dominar o jogo, marcou o primeiro, fez o segundo, poderia ter feito o terceiro e não correu qualquer risco.

Certamente o gol e a vitória tiraram o peso que estava em nossas costas. Quem sabe mais uma vitória no Japão possa fazer o time entrar em campo contra a Portuguesa, dia 11, com outra pegada, mais confiança, começando a arrancada para sair da situação incômoda que nos encontramos no Brasileiro.

Isso não quer dizer, no entanto, que o que ficou para trás se esquece e agora é vida nova. Não. O time não é confiável e não é uma vitória que me fará achar que estamos no caminho certo. Há muito o que se caminhar.

6 comentários em “Me belisquem! É verdade: o São Paulo ganhou!

  1. Lamentável a discussão entre MAC e Julio Casares em programa esportivo na TV, se antes restava alguma dúvida sobre a condição de MAC ter condições de comandar o SPFC, hoje não tenho mais !

    Como já disse anteriormente, achei o vereador demasiado imaturo para quem se diz político, está confundindo utilização de espaço na mídia com poder de articulação política, e tem cada vez mais “enfiado os pés pelas mãos” perante grande parte de quem poderia levá-lo a reunir condições de ganhar musculatura eleitoral, e se tornar uma alternativa futura.

    Infelizmente ele confunde as histrionices que esses programas são obrigados a cumprir, para efeito de audiência, com postura sóbria de quem tem a liderança e não necessita ficar provando a todo momento.

    Não defendo JJ, pelo contrário, acho que ele é o grande responsável pelo imbróglio que esta eleição está se tornando, mas não vejo MAC como um candidato que preencha os requisitos para o cargo.
    Enquanto isso o clube sangra na mídia circense futebolística.

    • Não concordo contigo cara, só o Julio Casares ficou berrando igual um maluco, o Marco Aurélio mal conseguiu falar.
      O que tem de errado com o perfil dele?

  2. !!!!!!!!!!Aleluia!!!!!!!! ALOISIO, Aleluia !!!!!!!!!!

    Voce nos fez sorrir novamente.

    Voce e o meu titularissimo absoluto,

    pois voce encarna como ninguem o verdadeiro

    jogador que queremos pro nosso time.

    Voce, e o atleta que transmite vontade, amor, perseveranca,

    determinacao e tudo isso se transforma em GARRA,

    e e isso somente isso que queremos.

    Vontade de vencer.

    Muitos dizem que voce e grosso, sim e grosso em todos

    esses fundamentos acima, nao nos fundamentos do futebol.

    Talvez a sorte nao o ajude tanto, por varios motivos.

    Mas, voce e o atleta que nao pode ficar no banco de nenhum

    outro jogador, principalmente desse pipokkka titularissimo

    que nao nao tem alma como voce.

    E, voce ALOISIO, CENI E MAIS NOVE.

    Enfim, parabens Autuori e equipe,

    nos merecemos.

    So nao merecemos essa diretoria, politiqueira, mentirosa e arrogante.

    ,

    ,

  3. Para a tristeza daqueles que “quanto pior, melhor!”, o SPFC mesmo com suas limitações e elenco mediano, conseguiu ganhar e respira um pouco melhor dentro do turbilhão político.

    Parabéns aos jogadores que souberam representar a entidade dignamente.

  4. Paulo, você tem toda razão, com esse elenco sofrível não é uma vitória ou uma taça de um jogo só que trará confiança ao torcedor, mas já é alguma coisa. Menon em seu blog diz que o São Paulo abandonou a covardia, o corintiano Uol diz que o São Paulo desencanta. Mas, e a volta, como será conviver com as ervas daninhas que não viajaram?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.