A Libertadores reencontrou seu verdadeiro campeão!

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, o São Paulo teve uma estreia de gala na Libertadores. A goleada de 5 a 0 sobre o Bolivar serviu para afastar qualquer fantasma que pudesse pairar sobre esta fase da competição.

O gol marcado logo aos 12 minutos de jogo, por Osvaldo, serviu para mostrar o que seria a partida. Mesmo retrancado, jogando com os 11 homens em seu campo, a defesa do Bolivar era impotente ante um ataque formado por Aloísio, Luis Fabiano e Osvaldo, e com Jadson em noite de glória.

Ney Franco foi bastante ousado ao colocar Paulo Henrique Ganso no banco e escalar Aloísio para manter o esquema de 4-3-3, ou 4-2-3-1, como alguns gostam de afirmar. Mas provou que estava certo. O São Paulo sufocou o Bolivar, que não conseguia sair com a bola e vivia de chutões.

Por isso o marcador foi se ampliando e chegamos aos 5 a0, como poderíamos ter chegado aos 7, 8 e assim por diante, tal o domínio absoluto do São Paulo na partida.

Mas quero destacar aqui a presença da torcica. É apenas o segundo jogo da temporada, numa pré-Libertadores, e 42 mil pessoas estiveram no Morumbi fazendo uma grande festa, digna daquelas que só o são-paulino sabe fazer em jogos da Libertadores.

E é por tudo isso que a Libertadores está em festa. Porque ela reencontrou seu verdadeiro campeão. E o campeão fez questão de homenageá-la com uma grande goleada. E que venha a altitude de La Paz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.