América 1 x 3 São Paulo

Sobe

NENÊ: partida de gigante, marcando dois gols, armando o time, prendendo a bola quando necessário. Foi o grande nome do jogo lá na frente.

MILITÃO: partida de mestre, como lateral, como zagueiro, ganhou todas do seu oponente, deu uma aula de futebol.

HUDSON: sou crítico deste jogador, mas hoje fez uma partida de primeira categoria, marcando muito e ajudando demais o time

DIEGO AGUIRRE: não posso deixar de colocá-lo aqui. Mantém o time invicto, no G4. Falar o que?

Desce

ARARUNA: não é a primeira vez que ele entra jogando e fica perdido. Infelizmente, não demonstra capacidade para jogar no São Paulo.

REINALDO: tomou um baile do seu oponente. No gol do América, foi  no meio das pernas. Depois mais uma. Estava completamente perdido na marcação.

 

Paulo pontes

Um comentário em “América 1 x 3 São Paulo

  1. Paulo, amigo, por favor reveja sua opinião sobre a atuação do Araruna. Eu não tenho procuração para defendê-lo, mas hoje ele cumpriu bem a missão tática que lhe foi solicitada pelo treinador. Fechou bem o lado direito e em razão disso, o Militão acabou fazendo uma de suas melhores partidas. Ele é aquele jogador que os italianos chamam de “gregário”. Foi escalado para cumprir uma função e a realizou. Lembro que numa puxada de contra-ataque do América, ainda no primeiro tempo, ele apareceu na entrada da nossa área para cortar o bola. Se não foi brilhante, ao menos fez o que lhe foi destinado em campo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.