Veja meta de pontos que pode garantir Brasileirão ao São Paulo

Eliminado da Copa do Brasil há menos de uma semana, o São Paulo volta todas as suas atenções para a briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), a equipe volta a campo para enfrentar o Red Bull Bragantino, fora de casa, pela 28ª rodada.

Na liderança do Brasileirão, com 56 pontos, e a 11 rodadas do término da competição, o Tricolor começa a fazer contas pelo troféu que não conquista desde 2008.

Até esta rodada, o time comandado por Fernando Diniz tem sete pontos de vantagem para o vice-líder Atlético-MG. A distância é a mesma para o terceiro colocado Flamengo. No entanto, os cariocas têm um jogo a menos e ainda podem diminuir essa diferença para quatro pontos.

Para ser campeão, então, o São Paulo tem uma meta óbvia: depende só de si e, se ganhar todas as partidas até o final, ficará com a taça.

No entanto, tropeços podem (e devem) acontecer até o término do Brasileirão. Por conta disso, alguns aspectos históricos ajudam o Tricolor a traçar uma meta de pontos que dão um panorama do que pode ser feito para essa conquista não escapar.

Desde que o Campeonato Brasileiro por pontos corridos passou a ser disputado por 20 clubes, em 2006, o máximo de pontos que o vice-líder alcançou foi 74. Isso aconteceu com o Santos de 2019 – o Flamengo foi o campeão com 90 pontos.

Diante desse dado, o São Paulo precisaria de pelo menos mais seis vitórias e um empate nos próximos 11 jogos. A combinação deixaria a equipe de Fernando Diniz com 75 pontos (56 atuais mais os 19 conquistados).

De acordo com levantamento de Leandro Nunes, do Espião Estatístico do ge, a média de pontuação dos campeões brasileiros desde 2006 é de 77 pontos.

Veja os últimos 11 confrontos do São Paulo:

06/01 – Bragantino (fora)
10/01 – Santos (casa)
17/01 – Athletico-PR (fora)
20/01 – Internacional (casa)
23/01 – Coritiba (casa)
31/01 – Atlético-GO (fora)
A definir – Palmeiras (casa)
A definir – Ceará (casa)
A definir – Grêmio (fora)
A definir – Botafogo (fora)
A definir – Flamengo (casa)
Vantagem quase nunca superada
Ainda segundo o Espião Estatístico, na história dos pontos corridos somente o Palmeiras, em 2009, perdeu o título brasileiro após uma vantagem tão elástica na 28ª rodada do Brasileirão.

A equipe alviverde tinha dez pontos de diferença sobre o Flamengo, que era o sexto colocado faltando 11 jogos. O time rubro-negro foi o campeão. Essa foi a maior diferença tirada no Campeonato Brasileiro por pontos corridos.

Campeão do turno
Outro fator histórico a se apegar é o de campeão do turno. Desde 2006, apenas em quatro edições do Brasileirão o campeão do primeiro turno não foi campeão da competição (2008, 2009, 2012 e 2018).

Nesta temporada, o São Paulo foi o campeão do turno após jogos atrasados que teve de cumprir por conta de adiamentos na tabela.

O ponto negativo é que o último clube que deixou escapar essa vantagem foi justamente o São Paulo. Em 2018, o Tricolor comandado por Diego Aguirre foi o líder das primeiras 19 rodadas, mas viu o rival Palmeiras levantar o troféu.

Campanha animadora
O São Paulo tem tido desempenho animador na competição. Além de líder do Brasileirão, o Tricolor tem o melhor ataque (47 gols) e a melhor defesa, ao lado do Grêmio (22 gols sofridos).

O time ainda é o melhor visitante (25 pontos conquistados) e o segundo melhor mandante (31 pontos) – perde apenas para o Atlético-MG (33 pontos).

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.