SP tenta acabar com jejum em estreias na fase de grupos da Libertadores

O São Paulo dá o primeiro passo na edição de 2020 da Copa Libertadores nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília), quando encara o Binacional no Estádio Guillermo Briceño Rosamedina, no Peru. E, além de tentar começar a competição com o pé direito, o Tricolor busca acabar com um tabu, já que perdeu as últimas três estreias pela fase de grupos do torneio continental.

As últimas participações do clube do Morumbi na primeira fase da Libertadores foram nos anos de 2013, 2015 e 2016. Em 2019, a equipe então comandada por André Jardine acabou eliminada precocemente para o Talleres, da Argentina, na fase preliminar.

Em 2013, o São Paulo visitou o Atlético-MG no Independência, em Belo Horizonte, e foi derrotado por 2 a 1. Já em 2015, o Tricolor Paulista fez um clássico contra o Corinthians pela primeira rodada da fase de grupos, na Arena de Itaquera, e perdeu por 2 a 0. Por fim, o The Strongest, da Bolívia, veio ao Pacaembu em 2016 e venceu por 1 a 0.

O último triunfo do São Paulo em estreia de fase de grupos da Copa Libertadores foi na edição de 2010. Na ocasião, o Tricolor recebeu o Monterrey, do México, no Morumbi, e saiu com a vitória pelo placar de 2 a 0. Ambos os gols foram marcados pelo centroavante Washington.

Além do Binacional, a chave da equipe brasileira na competição continental ainda conta com LDU, do Equador, e River Plate, da Argentina.

Um comentário em “SP tenta acabar com jejum em estreias na fase de grupos da Libertadores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.