Sistema defensivo do São Paulo tem ‘teste de fogo’ contra o Flamengo

O São Paulo tem um teste de fogo domingo, no Maracanã. Preocupado com o desempenho de seu sistema defensivo, que sofreu cinco gols nos últimos dois jogos, o Tricolor encara o Flamengo – dono do melhor ataque do Campeonato Brasileiro. A partida é vista como um bom indicativo do que esperar da equipe comandada por Fernando Diniz na sequência da temporada.

Embora mantenha-se entre altos e baixos em 2020, o São Paulo está em uma situação razoável. O time é o quinto colocado no Brasileirão, com três jogos a menos do que seus adversários, está classificado para as quartas de final da Copa do Brasil e se mantém vivo na Copa Sul-Americana – apesar da derrota, por 3 a 2, para o Lanús no jogo de ida da segunda fase do torneio.

O problema identificado pela comissão técnica é o número alto de gols sofridos na temporada. No meio dessa semana, o técnico Fernando Diniz falou sobre sua preocupação em dar mais consistência ao sistema defensivo e proteger o goleiro Tiago Volpi. Em 2020, importante ressaltar, o São Paulo sofreu três gols ou mais em pelo menos um jogo de cada competição disputada até aqui.

No domingo, a equipe tem pela frente ninguém menos do que o atual campeão nacional e da América do Sul: o Flamengo. Fora de casa, o Tricolor tenta segurar o estrelado ataque formado por Pedro, Bruno Henrique e Everton Ribeiro – além de outros jogadores com bom potencial ofensivo no elenco.

Ainda sem se firmar de fato no cenário nacional, o São Paulo tenta cravar sua condição de força no futebol brasileiro contra o Rubro-negro, no Maracanã. Não levar gols diante do mais poderoso ataque do Brasileirão seria um indicativo importante para o Tricolor, que não descarta brigar pelo principal título do país nesta temporada.

 

Fonte: Lance

2 comentários em “Sistema defensivo do São Paulo tem ‘teste de fogo’ contra o Flamengo

  1. Em tempo…Diniz! Descanse jogadores mais rodados contra o Flamengo, pode-se perder sim, no Brasileirão da recuperar, coloque um mistão e reforce a defesa.
    O jogo de vida ou morte é quarta contra os argentinos!

  2. Bom dia torcida Tricolor!

    Diniz e seu modelo defensivo que não funciona.

    Sou contra a saída do Diniz entre outros motivos porque o péssimo Leco não pode trocar o 11 técnico em 4 anos! e não tem o direito de deixando mais uma herança maldita, além do caixa quebrado, ao próximo presidente, e também porque tirando o M1TO, que não viria agora, só tem técnico pereba no mercado.
    Agora, o sistema defensivo treinado pelo Diniz é uma M… não existe outro adjetivo.
    E o Diniz cabeça dura, turrão só deu uma reforçada na defesa, com o Luan e a volta do Bruno, por pressão externa.
    Um exemplo é a saidinha de bola ineficiente que mata coração até um jovem de 20 anos.
    Mude suas ideias defensivas Diniz!
    Seja humilde e evolua, aprenda com os erros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.