São Paulo vê evolução e mostra Rojas, Volpi, Walce e Helinho treinando

O São Paulo divulgou neste sábado que os quatro atletas que se recuperam de lesões (o goleiro Tiago Volpi, o zagueiro Walce e os atacantes Helinho e Joao Rojas) estão sendo acompanhados diariamente por profissionais do Reffis com ligações, vídeos e treinos especiais, com todos demonstrando boa evolução.

No “Bom dia, Tricolor”, programa da SPFCtv criado para informar o torcedor durante a pausa dos campeonatos devido ao novo coronavírus, o São Paulo mostrou vídeos de treinamentos desses jogadores. Até semana passada, eles estavam fazendo o tratamento no Reffis, mas agora a orientação é de ficar em casa.

O mais próximo de retornar às atividades normais é Helinho, que teve uma lesão ligamentar no tornozelo esquerdo no fim de março e tinha prazo de recuperação de dois meses, prazo que está bem próximo de se encerrar. Dos quatro machucados, ele é o que tem feito exercícios mais intensos, buscando aprimorar o condicionamento físico.

Tiago Volpi quebrou um osso da mão direita no dia 11 de março e segue com o local imobilizado. Dentro de um mês, ele deverá estar com a fratura calcificada e pronto para treinar com bola. Não se sabe quando a rotina normal de atividades no CT da Barra Funda será retomada.

Joao Rojas vivia a expectativa de iniciar os treinos no gramado em abril. Ele se recupera de duas cirurgias em sequência no joelho direito e não joga desde o fim de 2018. O equatoriano também tem evoluído nos exercícios de força, mas o cuidado com ele é redobrado e o clube jamais estipulou um prazo para o retorno aos jogos.

Já o zagueiro Walce, que rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo em janeiro, só deverá ser liberado pelos médicos depois do mês de julho. O prazo de recuperação desse tipo de lesão varia de seis a oito meses.

Todos os jogadores do São Paulo têm treinado em suas casas durante a pausa das competições e, em breve, deverão receber 20 dias de férias coletivas. O clube ainda conversará com seu elenco para definir exatamente o que será feito neste período sem jogos, inclusive no que diz respeito a salários.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.