São Paulo sobra em campo e arrasa o Botafogo em Brasília

O São Paulo venceu o Botafogo por 4 a 2 na noite desta quarta-feira, no Mané Garrincha, em Brasília, em jogo válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida foi eletrizante, com muitas oportunidades para as duas equipes e duas viradas no placar. O Glorioso chegou a estar vencendo no primeiro tempo por 2 a 1, mas acabou derrotado. Kardec, Pato e Souza balançaram a rede para o Tricolor Paulista e desequilibraram a partida. O volante, inclusive, marcou duas vezes. Zeballos e André Bahia fizeram os gols alvinegros.

Com o resultado, as equipes mantiveram as posições na classificação. O Glorioso segue como 14°, com 22 pontos, enquanto o Tricolor Paulista chegou aos 39 e diminuiu a diferença para o líder Cruzeiro, que tem 43 e joga amanhã, contra o Bahia. Na próxima rodada, o Botafogo visita o Internacional, no Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), no domingo. Já o São Paulo recebe a Raposa, no Morumbi, num jogo muito importante na parte de cima da tabela.

PRIMEIRO TEMPO DE MUITAS EMOÇÕES E DUAS VIRADAS

O jogo começou com muita velocidade, com as duas equipes dispostas a atacar. O São Paulo aproveitou que o volante Rodrigo Souto estava improvisado na lateral direita e passou a investir por ali. Não demorou muito e Michel Bastos criou a jogada do primeiro gol da partida. Ele deu um risco no defensor alvinegro e cruzou para Kardec, livre, mandar para o fundo da rede: 1 a 0.

Apesar de muito exposto defensivamente, o Glorioso resolveu atacar e equilibrou o jogo ainda na casa dos dez minutos. Wallyson e Ferreyra passaram a pressionar a saída de bola, e o Alvinegro melhorou ainda mais. Wallyson, aliás, cobrou os dois escanteios que deram origem aos gols do Botafogo. Aos 19, Zeballos apareceu bem na primeira trave e finalizou duas vezes para estufar a rede: 1 a 1. Três minutos depois veio a virada. André Bahia se misturou em meio aos zagueiros do São Paulo e mandou para o fundo do gol de Rogério Ceni, que nada pôde fazer.

Depois da virada, o Botafogo passou a atacar menos, e o Tricolor cresceu. O time visitante parecia à vontade para criar as oportunidades e chegava com facilidade ao ataque. Aos 36, Alexandre Pato fez boa jogada e chutou forte no canto esquerdo de Andrey. O goleiro alvinegro espalmou para dentro da área e deu o rebote para Souza, que só teve o trabalho de empurrar para o gol: 2 a 2. Entusiasmado, o São Paulo foi para cima e conseguiu a virada aos 39, novamente com Souza. O volante apareceu bem no ataque, ganhou disputa de bola com André Bahia e soltou uma bomba. Andrey espalmou, não conseguiu evitar o gol: 3 a 2. Novamente em desvantagem, o Botafogo pressionou no fim do primeiro tempo e teve grande chance de empatar com Wallyson, mas parou em Rogério Ceni. O primeiro tempo terminou em ritmo de final de campeonato, com duas viradas e muita emoção.

AIRTON É EXPULSO, E SÃO PAULO DOMINA

O segundo tempo também começou em alta velocidade. O Botafogo teve uma grande chance de empatar logo no segundo minuto da partida, quando Airton lançou Wallyson. Sozinho, o atacante alvinegro chutou em cima de Rogério Ceni e perdeu uma grande oportunidade de empatar. Não bastasse o lance desanimador, o Glorioso ficou com um a menos logo aos três minutos. Airton, que já tinha se desentendido com Pato no primeiro tempo, cometeu falta no atacante do Tricolor e deu um pisão na cabeça dele. O árbitro não pensou muito e mandou o volante para o chuveiro mais cedo.

Com um a mais, o São Paulo passou a dominar completamente a partida. Com facilidade, o time visitante chegava bastante ao ataque. Numa oportunidade, Kaká tabelou com Kardec e quase marcou o quarto. Consciente da grande pressão adversária, Mancini mexeu e colocou o volante Sidney para reforçar a marcação. A medida, porém, não surtiu muito efeito, já que o Tricolor seguiu pressionando muito.

De tanto finalizar, a equipe paulista chegou ao quarto gol com Pato, em contra-ataque mortal puxado por Osvaldo, que entrou no lugar de Kaká. O oitavo gol do camisa 11 no Brasileirão sepultou as esperanças do Botafogo e deixou o São Paulo tranquilo para a vitória. Fim de papo e 4 a 2 no placar.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 2 X 4 SÃO PAULO

Estádio: Mané Garrincha, em Brasília
Data/hora: 
10/9/2014 – 22h
Árbitro:
 Marielson Alves Silva – (BA)
Auxiliares: Alessandro Rocha de Matos (FIFA/BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Público/Renda:
 24.857 / R$ R$ 1.975.740,00
Cartões amarelos: Souza e Pato (SPO); Sidney (BOT)
Cartão vermelho: Airton
Gols: Kardec – 7’/1°T (0-1); Zeballos – 19’/1°T (1-1); André Bahia – 22’/1°T (2-1); Souza – 32’/1°T e 39’/1°T (2-3); Pato – 36’/2°T (2-4)

BOTAFOGO: Andrey, Gabriel, Bolívar, André Bahia e Junior Cesar (Sidney, aos 14’/2°T); Airton, Rodrigo Souto, Julio Cesar, Zeballos (Gegê, 30’/2°T) e Wallyson; Ferreyra (Yuri Mamute, aso 14’/2°T) aos . Téc: Vagner Mancini.

SÃO PAULO: Rogério Ceni: Auro, Toloi, Edson Silva e Michel Bastos; Denilson (Hudson, 39’/2°T), Souza (Maicon, aos 36’/2°T), Kaká (Osvaldo, aos 22’/2°T) e Ganso: Pato e Kardec. Téc: Muricy Ramalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.