São Paulo prioriza reforços caseiros, base e recuperação

O São Paulo priorizou no mercado da bola as contratações definitivas de Tiago Volpi, Vitor Bueno e Igor Vinícius. O trio fazia parte do elenco por empréstimo e agora pertence ao clube.

Em cima da avaliação de que o atual elenco é bom e pode entregar mais, o São Paulo preferiu resolver primeiro essas situações dos atletas emprestados. Os três se encaixaram nas suas respectivas posições de maneiras diferentes.

Em 2020, o São Paulo também pretende recuperar o futebol de jogadores pelos quais investiu neste ano, como por exemplo Alexandre Pato e Hernanes. Os dois são vistos como peças fundamentais e que podem render mais.

Artilheiro da temporada com sete gols, Pablo sofreu com lesões e é outro jogador do qual o clube também espera mais futebol. O atacante terminou 2019 em baixa.

Além deles, o São Paulo também terá a volta de Everton. Fundamental na campanha do Brasileirão de 2018, o meia-atacante não conseguiu ter grande sequência de jogos neste ano por conta das lesões. Rojas, por outro lado, não tem previsão se quando retorna.

No mercado, o Tricolor segue de olho em jogadores ofensivos (do meio para frente). A busca é por nomes pontuais. Mas não há neste momento nenhuma negociação de contratação encaminhada.

Em situação financeira complicada, o clube não tem caixa para fazer grandes investimentos e precisa vender jogadores. O São Paulo recusou ofertas por Antony e Walce, mas a dupla pode sair.

O técnico Fernando Diniz entende o problema de dinheiro e pretende dar (mais) espaço aos atletas da base, com os quais gosta de trabalhar. Ele aprovou o desempenho dos garotos na rodada final do Brasileirão contra o CSA, na qual escalou um time formado quase todo em Cotia.

Para 2020, o treinador conta com os retornos de Shaylon (emprestado ao Bahia) e Brenner (emprestado ao Fluminense). No planejamento do departamento de futebol também está a promoção de Rodrigo Nestor depois da disputa da Copinha. Ele pode atuar como volante e meia.

 

Fonte: Globo Esporte

9 comentários em “São Paulo prioriza reforços caseiros, base e recuperação

  1. Eu acho que a estratégia está certa.
    Talvez trazer alguns jogadores identificados com a torcida pra liderar o time B. Como ganso por exemplo.
    Se conseguir recuperar Everton Hernanes e Pato teremos 3 grandes jogadores!
    Volpi
    Juan
    Bruno
    Traíra
    Reinaldo
    Tchê tchê
    Hernanes
    Igor
    Antony
    Everton /pato
    Pablo

  2. Eu acho que a estratégia está certa.
    Se conseguir recuperar Everton Hernanes e Pato teremos 3 grandes jogadores!
    Volpi
    Juan
    Bruno
    Traíra
    Reinaldo
    Tchê tchê
    Hernanes
    Igor
    Antony
    Everton /pato
    Pablo

  3. Se for pra trazer jogador mediano nem traz, nesse caso muito melhor usar a base, tem muito talento em Cotia.

    Pro elenco do próximo ano, se viesse um camisa 10, pra exercer a liderança técnica e criativa do time tipo um Riquelme, Valdivia etc, seria importante, falta um jogador desse no elenco.

  4. Sou totalmente a favor.
    Não temos ninguém lavando dinheiro no São Paulo igual as Pepas e os mulambos tem.
    Ao invés de gastar dinheiro enquanto existe essa gestão, economiza e vamos esperar 2021 quando não tiver mais leco e patota… Aí investe….
    Pra que existe Cotia se não for pra formar jogadores.
    Temos talentos pra gerações sem precisar de investimento.
    É só deixar jogar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.