São Paulo prepara lista de dispensas e pacote de reforços para 2014

Enquanto Muricy Ramalho tenta livrar o time do inédito rebaixamento no Campeonato Brasileiro, a diretoria do São Paulo se planeja para a temporada 2014. Independentemente da divisão que o Tricolor disputar, o elenco sofrerá grandes mudanças em virtude dos resultados ruins. A lista de jogadores que não continuarão no clube no próximo ano ganha nomes a cada semana. Os reforços também não serão poucos.

Irritado com os fracassos no Paulistão, Taça Libertadores e Brasileirão, o presidente Juvenal Juvêncio já avisou que reformulará o grupo mais uma vez. O coordenador técnico Milton Cruz e o próprio Muricy participam ativamente das avaliações de quem não terá uma nova chance.

Alguns nomes são consenso entre as partes, como o zagueiro Edson Silva, o volanteFabrício e o atacante Silvinho. Nenhum deles agrada ao treinador. O também atacanteNegueba será devolvido ao Flamengo. Ele chegou ao clube a pedido de Ney Franco, mas sofreu uma grave lesão no joelho direito logo no início da pré-temporada e frequentemente sequer fica no banco de reservas.

Entre os titulares, quem tem futuro incerto é o lateral-esquerdo Reinaldo. O jogador está emprestado pelo Penapolense até dezembro. O Tricolor não pretende comprar os direitos. Apesar de ser dono da vaga, o atleta não agrada a todos. Membros da direção acreditam que ele só vem sendo escalado por falta de opções.

A mesma posição deve fazer uma outra vítima. O argentino Clemente Rodríguez, contratado do Boca Juniors no fim do primeiro semestre, será colocado no mercado ou envolvido em alguma transação. O veterano defensor nunca conseguiu engrenar uma sequência de partidas. Carleto, em recuperação de uma cirurgia no joelho direito, também corre risco de não ficar.

Com Rodrigo Caio em alta, Wellington perdeu espaço e pode sair. O jogador chegou a manifestar que gostaria de se emprestado no meio do ano, mas a direção optou por segurá-lo por não ter alternativas no elenco. Galatasaray, da Turquia, e Inter de Milão eram os interessados em contratá-lo por empréstimo.

O São Paulo, mais uma vez, tentará se livrar de Lúcio. Fora do grupo desde a chegada de Paulo Autuori, o pentacampeão recebe um dos maiores salários do elenco, mas não será aproveitado. O afastamento dele, aliás, foi bem visto no clube – o ambiente entre os jogadores melhorou. Ele tem contrato até o fim de 2014, porém, o Tricolor corre para negociá-lo.

Dos jogadores que estão emprestados, o único com chances de voltar é o argentino Cañete, agora na Portuguesa. Tudo dependerá dos reforços que o clube conseguir buscar no mercado. Roni, Henrique Miranda, Luiz Eduardo e João Filipe seguirão sendo emprestados. Ademilsonpode entrar no grupo para ganhar experiência.

 

Osvaldo no Paredão

A má fase do atacante fez a diretoria se arrepender de não negociá-lo na última janela. O jogador tinha propostas do Shakhtar Donetsk e do Metalist, ambos da Ucrânia, mas o clube optou por segurá-lo. Agora, o pensamento é outro. Mesmo estando nos planos de Muricy, uma oferta do exterior nem tão vantajosa financeiramente o tirará do Morumbi.

Osvaldo foi um dos destaques do São Paulo no início do ano e caiu de rendimento depois que chegou à seleção brasileira com Luiz Felipe Scolari e de uma lesão no quadril. O atacante não faz um gol sequer desde 28 de fevereiro, quando marcou contra o Strongest, pela fase de grupos da Libertadores. São 38 partidas de jejum.

Pacotão de reforços vem aí

Com as saídas de jogadores, a diretoria prepara também uma série de contratações. Como de costume nos últimos anos, o São Paulo investirá na chegada de laterais para ambos os lados. No ataque, o clube procura opções de velocidade e uma “sombra” para Luis Fabiano.

O Fabuloso é visto como acomodado no elenco por não ter um concorrente. Aloísio fez 14 gols na temporada, seis a menos que o camisa 9, mas não possui as mesmas características. Um segundo volante também está na mira para concorrer com Denilson. Jucilei, ex-Corinthians e atualmente no Anzhi, da Rússia, foi consultado. Os valores inviabilizam o acordo.

O São Paulo também observa o mercado para futuramente buscar um goleiro. Rogério Ceni deve se aposentar em dezembro e deixar a camisa 1 livre. Denis, reserva imediato, terá a chance de assumir o lugar, mas não é unanimidade. Renan Ribeiro, contratado esse ano do Atlético-MG, também espera uma oportunidade.

Apesar de a diretoria negar, o clube tem interesse na contratação do meia Zé Roberto, do Grêmio. O jogador chegaria ao Morumbi para reforçar o elenco como um reserva de luxo da dupla Jadson e Ganso.

Fonte: Globo Esporte

10 comentários em “São Paulo prepara lista de dispensas e pacote de reforços para 2014

    • Exatamente Fernandes, concordo com você, será que isso motiva o jogador a melhorar para continuar no clube ou ele perde totalmente a vontade ou garra, sabendo que vai sair. Lamentável uma notícia dessa agora.

  1. O Scocco viria agora e so uma operacao de abrir a mao jj e diretoria maldita,
    seria mais uma tentativa de tirar esse time sem ataque da segundona.
    Seria mesmo a ultima tentativa, pois nao e possivel se criar n… oportunidades
    durante um jogo e nao fazer nenhuma delas, alguma coisa esta muito errada
    nesse ataque de nervos.
    Abre a mao jj, e diretoria maldita, deixem pra falar em reformulacao em
    momento adequado. Agora e hora de sairmos desssa terrivel situacao,
    criada por voces, somente voces, ne adalberto porchi ????

  2. Show de Horrores, se for juntar esses nomes que não ficarão, certamente da pra disputar a segunda divisão e não cair para terceira.

    o Beto Playboy fez um estrago legal no futebol do São Paulo.

  3. O que a torcida precisa entender é que no momento político do São Paulo podem trazer Messi, Cristiano (argh) Ronaldo, Lewandowski (o Robert e não o Ricardo) que o time não irá para frente.
    Podemos até ter deficiências, mas os outros times não tem as deles?
    Precisa ficar claro que o Cruzeiro, assim como o Atlético, foram montados com muitos refugos de outras equipes. Muitos deles estavam dando errado em suas equipes anteriores. E tanto o Cruzeiro quanto Atlético possuem jogadores que não deram certo até o no São Paulo. Isso demonstra que o nosso problema não é só jogador.
    Um exemplo claro do que eu estou falando é o lateral Júnior César. Não temos um lateral como ele na nossa equipe, mas quando ele estava no nosso time muita gente achava que ele não servia.
    E quando eu falo de momento político do clube, não estou falando só do interno, mas externo também. Veja o caso do jogador Josué, veio aqui no Morumbi e bateu a vontade na gente e só levou amarelo do árbitro aos 40 do segundo tempo. Se jogasse no São Paulo dessa forma iria ser expulso todo jogo ainda no primeiro tempo.

    • Muito bom comentário, Regis.
      A impressão que dá é que o jogador quando chega para jogar no SP acha que é o “paraiso trabalhista do bolero” e se acomoda. Alí ninguém ganha por produção futura: todos recebem salários pelo que jogaram em outro clubes; os contratos são longos e com garantia de recebimento; ninguém cobra forte um jogador por erros cometidos (principalmente os disciplinares que ferram o clube). Por isso entendo que o anúncio de “desmanche” poderá surtir algum efeito naqueles que estão acomodados e fazer com que eles, pelo menos, corram e se dedique mais ao clube.
      abraços

      • Concordo com você sobre o ‘resort’ que tem sido o São Paulo. Só acho que a notícia não vá surtir efeito algum na produtividade dos atuais jogadores. Poucos a levarão a sério.
        Veja o caso do Luís Fabiano. Há tempos não faz nada. No ano passado nos deixou na mão em quase todas as partidas importantes e este ano, sabe-se lá por conta de qual acordo, foi ‘agraciado’ com a extensão de seu contrato até 2015.
        Com certeza, não foi pelos bons serviços prestados, mas como você acha que os outros jogadores se sentem ao serem cobrados de algo (ou reagem a isso) se aquele que pouco produz de efetivo tem seu contrato renovado por mais dois anos?

      • Paulo, olha o Sub 20 jogar, vc vai ver que o “paraiso trabalhista do bolero” ja vem da base, parece que esse paraiso é previlegio dessa diretoria.

  4. Hahaha lá vem a reformulação do SP… sai Clemente Rodriguez, entra Juan. Sai Rhodolfo entra Edson Silva. Cada vez que reformula o time fica muito pior, dá até medo, se esse ano cairmos para a série B, com essa reformulação, ano que vem cairemos para a C.

  5. Zé roberto quer sair do gremio pq está no banco,vai vir p são paulo p ser banco???ñ entendi…Precisamos realmente de um atacante de velocidade e que venha pra ser titular,mas nada de jogadores de times do interior paulista,jogadores de série B,tem que trazer reforços de nome,que venham para assumir a posição,o galo investiu alto e levou a libertadores,o cruzeiro tem mil atacantes bons e vai levar o brasileiro,tudo pq se reforçaram com jogadores de qualidade,ao contrário do SPFC,um jogador que poderia voltar é o Dagoberto q é banco no cruzeiro,seria uma boa ele voltar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.