São Paulo conta com dois gols contra para empatar em casa com o River

O São Paulo não conseguiu aproveitar os 190 dias de inatividade do River Plate e contou com dois gols contra para não perder no Morumbi em seu retorno à Libertadores. Os dois gigantes sul-americanos empataram por 2 a 2, com gols contra de Enzo Pérez e Angileri (ambos contra) para o Tricolor e de Borré e Álvarez para o River.

Com o resultado, as duas equipes foram a quatro pontos e dividem a vice-liderança, com o River à frente pelo saldo de gols. Quem lidera o Grupo D é a LDU, com seis pontos. A equipe equatoriana é justamente a próxima a enfrentar o São Paulo, terça-feira, em Quito, às 21h30. O River visita o Binacional no mesmo dia.

O início do jogo deixou a impressão de que o São Paulo conseguiria aproveitar até com certa facilidade a falta de ritmo do River Plate. Hernanes já havia exigido uma boa defesa de Armani em chute de fora da área quando Enzo Pérez marcou contra após chute torto de Reinaldo e o time da casa pulou à frente.

Mas o River reagiu rápido. Tomou conta da posse de bola, passou a rondar a área são-paulina e empatou aos 17 minutos: Álvarez chegou ao fundo e cruzou para Borré completar para as redes.

Foi o mesmo Álvarez, já aos 34 minutos da etapa final, que quebrou a morosidade que havia tomado conta do Morumbi, muito por culpa do São Paulo – e também de Fernando Diniz, que havia feito só uma troca até ali, com Brenner na vaga de Pablo aos 32.

Toró e Paulinho Boia entraram nas vagas de Vitor Bueno e Gabriel Sara logo depois do gol do River, mas foi em uma jogada de Hernanes e Reinaldo que o Tricolor conseguiu achar o empate. O meia acionou o lateral, que cruzou tentando encontrar Brenner, mas encontrou Angileri pronto para marcar mais um gol contra.

Foi a segunda vez que o São Paulo empatou no Morumbi com uma equipe argentina pela Libertadores – a outra foi contra o Talleres, na eliminação do ano passado. Nos outros dez jogos contra clubes do país vizinho, incluindo dois contra o próprio River, o Tricolor venceu.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 2 RIVER PLATE

Data/Horário: 17/9/2020, às 19h
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Esteban Ostojich (URU)
Assistentes: Richard Trinidad (URU) e Nicolás Taran (URU)
Cartões amarelos: Diego Costa, Igor Gomes, Reinaldo (SAO); De la Cruz, Carrascal (RIV)
Cartões vermelhos: –

Gols: Enzo Pérez, contra, aos 10’/1ºT (1-0); Borré, aos 17’/1ºT (1-1); Álvarez, aos 34’/2ºT (1-2); Angileri, contra, aos 37’/2ºT (2-2)

SÃO PAULO: Tiago Volpi, Igor Vinícius, Diego Costa, Léo e Reinaldo; Tchê Tchê, Hernanes e Igor Gomes; Gabriel Sara (Toró – 40’/2ºT), Vitor Bueno (Paulinho Boia – 40’/2ºT) e Pablo (Brenner – 32’/2ºT). Técnico: Fernando Diniz.

RIVER PLATE: Armani, Montiel, Martínez Quarta, Pinola e Angileri; Enzo Pérez (Sosa – 46’/2ºT), Julián Álvarez, De la Cruz (Ferreira – 46’/2ºT) e Nacho Fernández (Ponzio – 43’/2ºT); Suárez (Carrascal – 15’/2ºT) e Borré. Técnico: Marcelo Gallardo.

Um comentário em “São Paulo conta com dois gols contra para empatar em casa com o River

  1. Fábio; Osvaldo Cunha, Bellini, Jurandir e Tenente; Dias e Nenê; Fefeu, Prado, Babá e Paraná.
    O técnico era Aimoré Moreira.
    Esse time éra da época que que se construia o Morumbi, 100 vezes melhor que o atual “ai vão me dizer ganharam alguma coisa” eu respondo não, mas jogavam com amor a camisa e não ganhavam o que esses pernas de pau ganham hoje,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.