São Paulo atropela no início, bate a LDU e vence a primeira na Liberta

O São Paulo está devidamente apresentado à Libertadores 2020. Depois de largar com derrota fora de casa para o Binacional, o Tricolor deu a volta por cima e, com uma atuação exemplar, controlou e venceu a LDU por 3 a 0, nesta quarta-feira, no Morumbi. Reinaldo, de pênalti, Daniel Alves e Igor Gomes marcaram no duelo válido pela segunda rodada do torneio continental.

O Grupo D da Libertadores fica embolado. Todos os clubes tem três pontos, mas o time brasileiro, pelo saldo de gols, é o segundo colocado. O River Plate, que bateu o Binacional por 8 a 0, também nesta quarta, é o primeiro. Líder e vice-líder da chave se enfrentam na próxima quinta-feira, no Morumbi. Antes, a equipe Fernando Diniz enfrenta o Santos, no domingo, pelo Paulista.

LOCOMOTIVA PAULISTA
O São Paulo amassou nos primeiros 15 minutos. Com marcação alta e bom toque de bola, o Tricolor abriu logo 2 a 0. Primeiro, Antony ligou o turbo pela direita, tentou cruzar, e bola tocou no braço aberto de Guerra. Pênalti, que Reinaldo bateu cruzado, com confiança, e marcou. Em seguida, um golaço coletivo. Daniel Alves fez o desarme e abriu para Pato lançar. A bola cruzou toda área e encontrou Reinaldo na esquerda. O lateral levantou a cabeça e encontrou o camisa 10 sozinho, embaixo do gol, para fazer o segundo. Foi o quinto na temporada do capitão, que é o artilheiro tricolor no ano.

MUDANÇA DE POSTURA
Com a vantagem no placar, o time do Morumbi recuou as linhas, e recebeu pressão da LDU. Apesar de não levar nenhum susto grande, Tiago Volpi teve trabalho com bolas alçadas em sua área. O São Paulo só voltou a ameaçar em cobrança de falta de muito longe de Dani Alves, defendida por Gabbarini.

FICOU FÁCIL
Logo no início da etapa final, Volpi sentiu dores na mão e deu lugar a Lucas Perri. Mas não houve abalo de confiança. Aos 15, veio o gol da calmaria, e com a participação de todos do ataque: Antony tocou para Igor Gomes, que abriu para Pato. Este entregou para Vitor Bueno, da esquerda, cruzar rasteiro e fazer a bola reencontrar Gomes, no meio da área. O garoto só completou para as redes e fez o terceiro do Tricolor, que ficou ainda mais tranquilo quando Sornoza, aos 21 do segundo tempo, foi expulso ao agredir Daniel Alves.

Os minutos finais foram protocolares. O São Paulo só administrou a vantagem e conheceu sua primeira vitória na Libertadores 2020. No último minuto, Pato ainda balançou o travessão equatoriano, mas o 3 a 0 se manteve.


FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 3 X 0 LDU

Data/Horário: 11/3/2020, às 21h30
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Esteban Ostojich (URU)
Assistentes: Nicolás Taran (URU) e Agustín Berisso (URU)
Público e renda: 39.107 torcedores e R$ 2.957.861,83
Gramado: Bom
Cartões amarelos: Patrick, Elyeser (FIG); Gilberto, Hudson, Wellington Silva, Marcos Paulo, Egídio (FLU)
Cartão vermelho: Sornoza 21’2ºT

GOLS: Reinaldo 13’1ºT (1-0), Daniel Alves 14’1ºT (2-0) e Igor Gomes 15’2ºT (3-0)

SÃO PAULO
Tiago Volpi (Lucas Perri, 13’/2ºT), Juanfran, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves e Igor Gomes (Hernanes, 36/2ºT); Vitor Bueno (Pablo 28’/2ºT), Antony e Pato. Técnico: Fernando Diniz.

LDU
Gabbarini, Quintero, Guerra, Rodríguez e Ayala; Antonio Valencia e Villarruel (Vega, 40’/2ºT); Marcos Caicedo, Zunino (Billy Arce, intervalo) e Sornoza; Cristian Borja (Aguirre 20’/2ºT). Técnico: Pablo Repetto.

Um comentário em “São Paulo atropela no início, bate a LDU e vence a primeira na Liberta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.