Rodrigo Caio começa trabalho na piscina para tratar lesão no joelho

Rodrigo Caio não poderá atuar até o final de 2014, mas partiu para uma nova etapa da recuperação de uma lesão no joelho esquerdo. Nesta quinta-feira, o defensor passou a realizar atividades na piscina do Centro de Treinamento da Barra Funda, sob os cuidados da professora de hidro Roberta Rosas.

Depois de passar por momentos complicados, principalmente na primeira semana do tratamento, na qual precisava ficar de repouso, o jogador comemora a nova etapa alcançada. O fato de já começar a se movimentar, podendo dobrar a perna, dá ânimo para que o atleta siga o processo fisioterapeuta.

“A primeira semana foi a mais complicada, até pelas dores, e eu não conseguia fazer nada. Mas, agora, já consigo me movimentar e tenho dobrado a perna. Isso facilitou bastante e, por isso, comecei esse trabalho na piscina. Estou muito contente com esta nova etapa”, explicou Rodrigo Caio.

SPFC – Site Oficial

O defensor Rodrigo Caio avançou mais uma etapa no tratamento da lesão no ligamento do joelho esquerdo

“É muito importante mudar um pouco os trabalhos. Acredito que será um período bom, porque vou poder fazer coisas novas. São treinos cansativos, mas fundamentais nessa etapa da fisioterapia”, completou o jovem jogador são-paulino, que vinha sendo destaque no esquema tático de Muricy Ramalho.

 

A ruptura no ligamento cruzado anterior do jogador foi constatada no início do mês de agosto, após uma ressonância magnética. Rodrigo Caio sofreu um entorse no local durante o empate com o Criciúma, em 1 a 1, no Morumbi, e precisou passar por uma operação para reconstituir o ligamento e realizar uma sutura do menisco medial.

Revelado nas categorias de base do São Paulo, o jogador de apenas 20 anos vinha fazendo uma boa temporada, e se firmou como um dos pilares da equipe de Muricy Ramalho. Sem Rodrigo Caio até o final do ano, o treinador tem as opções de Antonio Carlos, Rafael Toloi, Paulo Miranda, Edson Silva e Lucão para formar a zaga.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.