Pressionado, Diniz pode promover mudanças no São Paulo para quarta

O técnico Fernando Diniz comanda o São Paulo na quarta-feira, diante do Atlético-GO, às 20h30, no Morumbi, pela 14ª rodada do Brasileirão, sob o maior momento de pressão desde que assumiu o clube, em setembro do ano passado.

As eliminações no Campeonato Paulista e na Libertadores e as más atuações recentes no Brasileirão colocaram em xeque o trabalho do treinador, antes defendido pela diretoria do clube.

Após o empate por 1 a 1 com o Coritiba, no último domingo, a avaliação daqueles que defendiam Diniz é de que ele precisa dar uma resposta imediata. Por isso, a diretoria se reuniu com o treinador na última segunda-feira para debater alguns ajustes necessários e fazer uma avaliação do trabalho até aqui.

E uma dessas mudanças pode ser na formação da equipe. O sistema defensivo é um dos mais criticados nos últimos jogos. Isso porque o São Paulo sofreu gols nos últimos dez jogos. Uma marca que tem incomodado no clube.

Embora Fernando Diniz defenda que não é culpa da defesa em si, ela pode sofrer alterações. Uma possibilidade é o retorno de Bruno Alves para atuar ao lado do jovem Diego Costa. A experiência de Bruno Alves e a identificação com a torcida pode ser fundamental nesse momento de instabilidade.

Para fortalecer e proteger a entrada da área, Luan é uma das primeiras opções no banco de reservas. O volante tem um estilo completamente diferente de Tchê Tchê, atual primeiro volante, com mais marcação e menos qualidade no passe.

Luan, inclusive, fez treinos como titular para partidas da Libertadores, por exemplo, mas não foi aproveitado assim nos jogos. Ele tem sido elogiado pela intensidade demonstrada nos treinos.

E no ataque?
Para o duelo contra o Atlético-GO, Fernando Diniz será obrigado a realizar ao menos uma mudança. Isso porque Luciano recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso para o confronto. O jogador é um dos pilares da equipe no momento.

Três nomes, então, brigam pela vaga:

Brenner – depois de entrar bem no segundo tempo em partidas importantes da temporada e marcar gols, o jovem atacante se tornou uma esperança no elenco. No entanto, as vezes em que foi titular não se saiu bem;
Tréllez – sem nenhuma partida como titular no ano, o colombiano ganhou moral com Fernando Diniz após demonstrar garra e marcar um gol contra a LDU, na derrota por 4 a 2. Como o momento pede experiência e espírito de luta em campo, o jogador é um dos cotados;
Vitor Bueno – após um começo de ano bom, como líder de assistência do elenco, o meia-atacante caiu muito de rendimento após o retorno do futebol e não consegue se firmar entre os titulares. Vitor Bueno vive talvez seu pior momento com a camisa do São Paulo, mas ainda assim tem a confiança de Diniz.

Uma outra possibilidade é atuar somente com Pablo na referência do ataque e congestionar o meio de campo com um jogador de marcação.

O treino desta terça-feira, às 16h, no CT da Barra Funda definirá as possíveis mudanças na equipe. Na sétima colocação do Brasileirão, com 20 pontos ganhos, o São Paulo já não vence há quatro rodadas na competição. Incluindo a Libertadores esse número sobe para sete.

 

Fonte: Globo Esporte

7 comentários em “Pressionado, Diniz pode promover mudanças no São Paulo para quarta

  1. Se não colocar o Bruno Alves e o Luam o time não tem condição de ganhar dos goianos
    De centro avante o ideal e´escalar o Trelles! Está com muita vontade ganhar este jogo !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. Não conheço o tal do Pássaro, que nunca vi nem em foto, mas conheço a falta de inteligência do torcedor.
    Aqueles que vivem criticando o “passarinho” por ser palmeirense, dizendo que ele quer mais é que o tricolor se ferre porque torce pros porcos, acham, de verdade, que o cara, ganhando mais de 100contos/mês, vai fazer um mal trabalho para beneficiar o time para o qual torce?
    A princípio via como uma crítica ao fato de ter um profissional torcedor de time rival trabalhando no departamento de futebol são-paulino. Depois, como muitos fazem o mesmo comentário, acho que é falta de inteligência mesmo.
    Seria o mesmo que o Murici quando treinou outros clubes entregasse resultados para beneficiar o S.Paulo.
    Um absurdo!
    Vamos criticar com coerência para que nossas críticas tenham peso de verdade!!!

  3. O imbecil treinou com o Luan e o Bruno Alves de titular e mesmo assim escalou a dupla que está levando gols, ou seja, é o verdadeiro responsável pela eliminação na libertadores e o RaíAnta é o cúmplice. O passarinho porco está mais é querendo ver o SPFC na merda, deve ter convencido o fraco Raí a manter esse PALHAÇO, porque quer mais é ferrar o rival.
    O clube realmente está abandonado, qual rival coloca um dirigente rival para “ajudar” a comandar o time ? Só o BOSTA FRACASSADO DO LECÚ MESMO, um velho asqueroso que não honra as calças que veste!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.