Pablo vê pressão aumentar com o segundo jejum de gols no ano

Neste sábado, o São Paulo visita o Internacional, no Beira-Rio, às 19h, em partida válida pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após o vexame na derrota para a LDU pela Libertadores, o time comandado por Fernando Diniz precisa dar a volta por cima e conseguir um bom resultado em Porto Alegre. Para isso, o Tricolor espera contar com o brilho de Pablo, que novamente não vive bom momento no clube.

A temporada vem sendo delicada para o atacante do São Paulo, que em 2020 convive com menos lesões em relação ao ano passado, porém não tem conseguido ser regular dentro de campo. Depois de passar nove jogos sem marcar no primeiro semestre, Pablo vive novo jejum de gols no Tricolor.

A última vez que o camisa 9 balançou as redes foi na vitória por 1 a 0 sobre o Sport, na Ilha do Retiro. Desde então, já são cinco partidas sem marcar. Além de passar em branco, Pablo tem desperdiçado grandes oportunidades, como no cabeceio dentro da área no jogo contra a LDU, quando o placar ainda estava zerado.

Em 2020, o único problema de lesão que tirou Pablo de combate foi na costela. Por conta do tratamento, o atacante perdeu os jogos contra Fluminense, Red Bull Bragantino e Santos, pelo Brasileirão. Depois de retornar contra o River Plate, o camisa 9 reconheceu que ainda não estava 100% livre das dores.

Nesta temporada, Pablo disputou 22 partidas pelo São Paulo, sendo 19 como titular. O jogador marcou sete gols e é o artilheiro do clube em 2020.

Com dez jogos disputados pelo Brasileirão, o Tricolor ocupa a terceira posição do campeonato, com 18 pontos somados.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

3 comentários em “Pablo vê pressão aumentar com o segundo jejum de gols no ano

  1. Pablo é supervalorizado. Jogador de mediano para fraco que fez uma boa temporada e enganou quem gosta de ser enganado. Foi a contratação mais cara da história do SPFC. Um grande desperdício tempo e dinheiro.
    #ForaLeco
    #ForaRaí
    #ForaPassaro
    #ForaDiniz
    #ForaPassadoresDePano

  2. Esse bicho eh ruim, um Curupira pé torto. Pode-se rewponsabilizar ele diretamente pela desclassificação na libertadores, por perder gols fáceis contra o time amador do Binacional e contra a LDU, onde esse cego de bola perdeu um gol em frente às traves.
    Pior eh quem insiste em escalar esse Curupira do pé torto, o PALHAÇO do futebol, Diniz.
    O Athlético paranaense virou especialista em vender pernas de pau caro, o Trouxa do Raí pagou o que os caras queriam, pois não dá valor ao dinheiro dos outros, como todo petista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.