Oeste joga melhor, vence a partida e elimina o São Paulo da Copinha

O Oeste quebrou o favoritismo do São Paulo e bateu o adversário por 2 a 1, na Arena Barueri, neste sábado, pelas quartas de final da Copinha. Com gols de Douglão e Reifit, o Rubrão garantiu classificação para a semifinal da competição e vai enfrentar o Grêmio, na próxima quarta-feira. Os são-paulinos, que marcaram com o zagueiro Mateus, ficaram pelo caminho.

O primeiro tempo começou com o Tricolor sabendo que não teria vida fácil na partida. Apesar de uma falta perigosa logo aos quatro minutos, não demorou muito para os são-paulinos sofrerem um baque. Brunão cruzou para a área em bola parada e achou Douglão, que subiu sozinho para abrir o placar para o Oeste. Era o indício inicial de que a defesa não esteve em seus melhores dias.

De novo em cobrança de falta, Gabriel Falcão quase marcou um golaço aos 12 minutos, quando parecia difícil passar pela zaga adversária. Até que dois minutos depois, em batida de escanteio açucarada, Mateus saiu da marcação no meio da área e cabeceou para empatar o duelo em Barueri. O empate deixou o jogo mais aberto para os dois lados e, assim, imprevisível.

A partir daí, foram quatro boas chances para cada lado, com destaque para o habilidoso Reifit, do Oeste, e o rápido Maia, do São Paulo. No entanto, a verdade é que o time rubro-negro fez uma primeira etapa melhor do que o São Paulo, que cometeu diversos vacilos na defesa, algo incomum até aqui na competição. O placar de 1 a 1 no intervalo foi pouco pelo que foi criado.

Na volta do período de descanso, em menos de cinco minutos, uma boa oportunidade para cada lado: primeiro com Reifit, que fez jogada individual e arriscou chute no cantinho, mas a bola foi para fora passando perto do gol de Matheus Cunha. O Tricolor respondeu em seguida após roubo de bola no ataque. O lance foi bem feito, mas Galeano chutou fraco e desperdiçou.

O bom time do Oeste continuou dando trabalho ao São Paulo, tanto na marcação, fornecendo poucos espaços, quanto nas investidas no ataque. O tricolor Juan quase marcou, mas esbarrou em grande defesa de Márcio. Reifit, o grande nome do jogo, porém, não desperdiçou. Depois de ter levado perigo um pouco antes, o jovem recebeu um presentaço em jogada individual de Tite e só teve o trabalho de empurrar para o gol e colocar o time de novo em vantagem.

Mais tranquilo e melhor postado no campo, o Oeste passou a controlar as ações da partida e administrar o resultado. O Tricolor, que desde o início se mostrou afoito e desconfortável, não conseguiu se organizar após levar o segundo gol, mas ainda assim acertou uma bola na trave aos 44 minutos do segundo tempo. Sorte de quem já estava na frente e garantiu o placar.

Com a vitória, o Oeste está na semifinal da Copinha e na próxima quarta-feira, na Arena Barueri, enfrenta o Grêmio, às 17h30. Enquanto os são-paulinos, atuais campeões, deixam a competição mais cedo do que o esperado. A outra semifinal vai ter duelo entre Internacional e Corinthians, também em Barueri, na terça-feira, às 19h15. A final será no próximo sábado, no Pacaembu.

11 comentários em “Oeste joga melhor, vence a partida e elimina o São Paulo da Copinha

  1. Um grande jogo, como se tivesse sido montado sobre um tabuleiro de xadrez.
    Venceu aquele que foi mais eficaz: aquele que melhor aproveitou suas oportunidades.
    O S.Paulinho, nesta copinha, foi até mais longe do que eu previa – achava que não passaria pelo Coritiba.
    No meu entender, o jogo de ontem foi o melhor que a garotada fez; principalmente tendo em vista que foi o melhor time que enfrentaram na competição: o mais bem armado; mais bem treinado; o mais maduro.
    Faltou para o S.Paulo o 10 do Oeste (Wellinton, me parece).
    Acho, também, que o treinador insistiu demais nalguns jogadores como o lateral esquerdo e o 10, que ontem entrou no fim da partida.
    Na minha visão o Diniz e o Rai vão precisar ficar espertos pra não entrarem noutra fria promovendo algum dos zagueiros que se apresentaram na competição. Nenhum tem a mínima qualidade para formar no time principal.
    Pelo menos por enquanto. . .

  2. Esse time vai estar bom para próxima copinha, tem muito garoto novo que ainda vai evoluir muito.
    Fizeram alguns jogos brilhantes, perdeu pra um timeco retanqueiro que nunca foi nada e nunca será.
    E ainda esse clubeco montado sem identificação e sem casa quer tirar sarro do SPFC, o que esse LIXO foi para o futebol? Nada e nunca será nada!!!

  3. O unico lugar onde ainda fazemos frente aos demais, e na base.
    Essa base ainda nos enche de orgulho.
    Eliminados, sim fomos, por um time focado por empresarios que com certeza veio de Itapolis para Barueri, nas negociatas do futebol, nao e com certeza um time formado de ontem para hoje como quiz dizer um amigo abaixo.
    Bom, gostei do time do seu posicionamento tatico e sua proposta de jogo, sua dedicacao em campo e objetividade, perdeu, faz parte, nao e como a meleca do profissional que nao tem nada disso, e com certeza esse ano vai ainda ser pior, pelas perspectivas anunciadas, pelo le KU $ cia, faz parte ja estamos acostumados a humilhacoes e derrotas.
    Parabens, Orlando e garotada, sao todos de um nivel aceitavel, nao temos nenhum neimala, mas tambem nenhum Messi, sao todos dignos do futebol competitivo, atual, so correria mesmo.

  4. E as pedras preciosas de Cotia arregaram.

    Pelo amor de Deus, não inventem desculpas, o Oeste deve ter juntado esse time em novembro, e não investe 5% do orçamento do São Paulo para a base.

  5. Time estava abaixo dos últimos jogos, não jogou tão mal, mas caiu na armadilha mais velha e reconhecida, contra ataques que eles souberam fazer perfeitamente e nosso.ataque dessa vez não funcionou, erraram muito , algumas vezes fominha, gastamos todo nosso repertório de gols nos jogos anteriores melhor ataque 21 gols foi eliminado.
    Pelo menos não nos iludo se fosse a final e perder para as galinhas, melhor assim voltamos a realidade do sao paulo, não ganhar mais nada ate que tenhamos uma diretoria descente um presidente descente.
    2020 promete ser igual 19, 18 17.

  6. Bom dia tricolores,
    Vi o jogo e, até certo ponto, gostei, o time não teve um bom aproveitamento no ataque, criou boas jogadas algumas boas chances de gol mas não conseguiu marcar, o Oeste explorou bem os contra ataques e deu muito trabalho, se tivéssemos nos acovardado e ficado na defesa quem sabe iria para pênaltis mas o time foi afoito e buscou a vitória mas não conseguiu, faz parte, mesmo assim estão de parabéns, creio que o Galeano, o Maia e o Sena tenham sido os destaques é merecem já serem alçados para o profissional.

  7. CONCORDO,ERA O ÚNICO TÍTULO POSSÍVEL EM 2020,AGORA É SÓ RASTEJAR,COM ESTA DIRETORIA O CAMINHO É BREJO,O EXEMPLO PASSADO VAI FICAR MAIS FEIO.VAMOS DETONAR ESTES INÚTEIS NAS ARQUIBANCADA E NA MÍDIAS,O FORTE DESTA DIRETORIA É ARRUMAR DÍVIDAS E TRAZER JOGADORES BAGULHOS PARA MAMAR NA TETA DO TRICOLOR !!!

  8. Desde da estreia na copa eu disse que esse time não ia longe, até que foi longe demais.
    Dessa safra muito pouco se aproveitara, no maximo três nada mais que isso.

    • Concordo… times de base é mais ou menos como o vinho. Tem safra melhor e safra ruim. Desse time, pouco poderá ser aproveitado. Apenas um detalhe: o Rodrigo Nestor foi uma decepção e o Fasson, pelo que jogou ontem, não tem como ser profissionalizado. Zagueiro fraco e sem impulsão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.