Muricy aprova postura e mentalidade da equipe em jogo-treino

Mais do que o próprio resultado no jogo-treino contra a jovem equipe do Ocala PDL-EUA, que terminou com goleada do Tricolor por 11 a 1 na manhã desta quinta-feira (26), o técnico Muricy Ramalho aprovou a postura e mentalidade da equipe. Marcando a saída de bola do adversário e sem deixar espaços, o time são-paulino soube neutralizar os norte-americanos e construir a vitória.

Para encarar os rivais, o treinador promoveu algumas alterações em relação ao embate com o Jacksonville-EUA (10 x 0) e testou uma nova formação, com Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Lucas Evangelista; Souza, Maicon e Paulo Henrique Ganso; Douglas, Alan Kardec e Ademilson.

Com variações táticas, já que os atletas seguiram as orientações do comandante e alternaram constantemente a movimentação, o São Paulo conseguiu deixar boa impressão nos jogos-treinos que realizou no Omni Resort at Championsgate, já que na última terça-feira (24) os brasileiros haviam batido o Jacksonville-EUA por 10 a 0.

“Esse tipo de formação dá mais segurança aos laterais, já que temos uma linha de quatro atrás e um centroavante por dentro. É importante que o time tenha várias maneiras de jogar, porque podemos usar isso no futuro. A atuação da equipe foi excelente e os jogadores se sentiram bem com mais essa forma de jogar”, avaliou técnico.

Com gols de Alan Kardec, Maicon, Paulo Henrique Ganso, Alexandre Pato (3), Osvaldo (2), Edson Silva, Boschilia e Ewandro, o Tricolor mostrou que chegará forte no segundo semestre em busca dos títulos do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil. Por isso, Muricy quer que a sua equipe mantenha a pegada da intertemporada após a disputa da Copa do Mundo de 2014.

“O futebol de hoje é assim. Você não pode deixar o adversário jogar, e os jogadores estão colocando isso na cabeça. Aos poucos, os brasileiros estão se acostumando com isso, porque é cobrado nos treinamentos assim como é feito na Europa. Tem que pressionar o tempo todo e não deixar o jogador rival pensar. Isso requer muita conversa e treino, porque é fundamental melhorar essa parte”, acrescentou.

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.