LDU bate Binacional no Peru e lidera Grupo D da Libertadores

A LDU ficará, pelo menos até a próxima quinta-feira (17), na liderança do Grupo D da Copa Libertadores. Isso porque o time dirigido por Pablo Repetto visitou o Binacional na cidade de Lima, abrindo a terceira rodada da chave, e venceu pelo placar de 1 a o, ficando com seis pontos contra as três unidades de River Plate, São Paulo e o próprio time peruano.

Primeiro tempo

No início do confronto, era a equipe equatoriana quem parecia frequentar por mais tempo o campo de ataque. Porém, sem a mesma efetividade que seu adversário conseguiu logo com dois minutos de partida quando, em puxada rápida de contra-ataque, Johan Arango limpou a marcação e, de fora da área, bateu para forçar Adrián Gabbarini a tocar na bola e ver ela explodir no travessão.

Aos poucos, o time de Pablo Repetto foi assumindo o controle da partida na base de uma marcação mais agressiva e, aos 31, abriu a contagem na capital peruana por intermédio de Matías Zunino. Após bola muito bem enfiada no passe de Lucas Piovi, o conterrâneo argentino ficou frente a frente com o arqueiro Raúl Fernández e bateu forte, cruzado, longe do alcance do goleiro.

O tento fez muito bem aos visitantes no sentido de se sentirem mais confiantes e bem postados no ataque, dominando as ações. Ao ponto de, um minuto depois, a zaga do Binacional cometer um grave erro na saída de bola onde Zunino só não fez o segundo porque Fernández saiu bem da meta e abafou o chute do camisa 23.

Segundo tempo

O ritmo da partida seguiu com a Liga sendo mais presente no ataque enquanto o Poderoso del Sur tinha sérias dificuldades em conseguir encontrar maneiras de se aproximar do tento da igualdade. Tanto na criação de lances ofensivos como até mesmo na saída de bola mais qualificada, constantemente afetada por erros de passes forçados e não-forçados.

Além disso, Zunino seguia conseguindo escapar bem da marcação adversária, fazendo com que ele constantemente aparecesse como elemento surpresa na zaga peruana com possibilidade de finalizar.

Com esse panorama, o tempo passou onde, enquanto o Binacional não superou suas limitações, a LDU tampouco demonstrou maior precisão no seu setor criativo para aumentar a dianteira e o marcador acabou permanecendo na diferença mínima até o apito final do árbitro boliviano Ivo Méndez.

Um comentário em “LDU bate Binacional no Peru e lidera Grupo D da Libertadores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.