Jornal diz que situação no entorno do estádio de Juliaca é “calamitosa”

A situação do entorno do estádio Guillermo Briceño Rosamedin, do Binacional, rival do São Paulo na estreia da Libertadores na próxima quinta-feira, em Juliaca, no Peru, é preocupante.

É o que relata reportagem do jornal peruano “La Republica” nesta terça-feira. As ruas em volta do estádio não têm pavimentação, e o governo local acelerou as obras para receber a partida.

Há poucos dias, a cidade de Juliaca sofreu com fortes chuvas e muitos pontos estão alagados, já que boa parte das ruas são de terra. O jornal avalia como uma “situação calamitosa”.

A reportagem ainda cita que o Governo Regional desembolsaria cerca de 38 milhões de soles peruanos (cerca de R$ 50 milhões) para que todas as adequações fossem cumpridas. O Binacional também arcou com uma parte dos gastos para que a partida pudesse ser realizada em Juliaca.

Jornal peruano relata dificuldades em torno do estádio em Juliaca — Foto: Reprodução

Jornal peruano relata dificuldades em torno do estádio em Juliaca — Foto: Reprodução

Outra adequação que deveria ser feita era em relação à iluminação do estádio. Para partidas internacionais, a Conmebol exige um tipo de refletor específico para a realização do evento. Segundo o La Republica, essa norma foi cumprida.

O São Paulo chega a Juliaca apenas no dia do jogo após uma parada em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia.

Fonte: Globo Esporte

6 comentários em “Jornal diz que situação no entorno do estádio de Juliaca é “calamitosa”

  1. Isso ai é libertadores raiz. Se nao tiver policiais com escudo pra bater escanteio e cachorro em campo, não é libertadores. Agora o jornal peruano chamar o SP de equipe Carioca, vou te falar hein???? Não conhecemo tri-mundial???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.