Hernanes fala sobre reencontro com o Santo André

Nesta quinta-feira, em entrevista à ESPN, o meio-campo Hernanes, do São Paulo, destacou sua felicidade em reencontrar o Santo André na próxima rodada do Campeonato Paulista, clube pelo qual o atleta jogou em 2006, antes mesmo de alcançar o sucesso pelo time do Morumbi.

“Tive uma passagem muito especial pelo Santo André. Fiz gol no Corinthians e teve um período no ano em que não estava nem sendo relacionado para as partidas. Quando isso aconteceu, pensei logo em arrumar outro time, mas depois raciocinei que estava ali para ganhar experiência e ajudar o Santo André. Se eu não conseguisse, como voltaria para o São Paulo? Me dediquei nos treinos e consegui reverter, afirmou.

“Na segunda parte da Série B, o treinador me colocou para jogar como segundo atacante e deu muito certo. Depois voltei para o São Paulo e daí comecei minha trajetória no clube. Até hoje penso na força interior que tive naquele momento. Vai ser muito especial voltar a jogar lá”, completou o atleta.

O jogador mencionou também seu desempenho na temporada passada, na qual não foi muito utilizado por não estar em sua melhor forma física. “Eu acabei a temporada na China em novembro de 2018 e fiquei 2 meses sem treinar, com uma lesão. Cheguei aqui vindo de uma lesão e de férias. Não pude me preparar. Mas esse ano começou diferente. Terminei o ano bem e tivemos pré-temporada normal. Então não preciso de nenhum treinamento especial porque eu já faço minha rotina pré-treino pra condicionar o corpo, e isso é suficiente. Estou finalizando as partidas sem nenhuma dor. Estou muito feliz por isso”.

Hernanes falou ainda sobre o atacante Alexandre Pato, seu companheiro de equipe. “O gol vai vir como consequência do trabalho, não podemos ficar muito focados nisso. Fiquei muito triste por ele ter feito o gol que não valeu. Se você não tem força mental, acaba desanimando. Mas vai acontecer com certeza pela qualidade dele e pelo esforço que ele coloca nos treinamentos e em campo”, disse.

A partida entre Santo André e São Paulo acontece neste domingo, às 16 horas (de Brasília), pela 5ª rodada do Paulistão.

 

Fonte Gazeta Esportiva

Um comentário em “Hernanes fala sobre reencontro com o Santo André

  1. Hernanes e Santo André me lembram uma das maiores bola-fora de Muricy no São Paulo.
    Começo do ano de 2007, Muricy não inscreveu Hernanes na Libertadores e, para piorar, notícias diziam que o jogador por ser pouco aproveitado no elenco, estaria autorizado para assinar novamente com o Santo André, mesmo com nosso time não tendo nenhum jogador para a posição de segundo volante (Mineiro havia saído no final de 2006), sendo que Souza e Richarlyson se revezavam, muito mal, na posição.
    Consequência da improvisação: fomos eliminados no Paulista e logo em seguida na Libertadores, contra o Grêmio.
    Segundo consta, somente por causa da interferência do MAC junto ao JJ, Hernanes não foi para o Santo André.
    Ele ficou, se tornou titular absoluto da posição no Brasileiro (sabe-se lá se por ordem do JJ) e fomos campões brasileiros daquele ano, com direito a gol do Profeta no jogo em que fomos campeões no Morumbi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.