Hernanes agradece apoio da diretoria e de Fernando Diniz no São Paulo

Ídolo da torcida são-paulina, o meia Hernanes foi importante na vitória tricolor deste domingo, por 2 a 1, diante do Corinthians. O jogador marcou um gol de falta no primeiro tempo e foi um dos melhores em campo. Depois da partida, o Profeta elogiou a paciência do técnico Fernando Diniz e comentou sua reviravolta no clube, após período sem estar no time titular.

– Um gol especial por vários motivos, principalmente pela vitória. Estamos aqui porque temos objetivos grandes e comuns. O gol representa muito para mim porque foi um período muito difícil, de várias incertezas. Pude encontrar forças, razões e motivos para ficar bem, para entregar tudo e me entregar de corpo e alma ao futebol. No começo desse ano, contra o próprio Corinthians, saí de campo muito triste pela minha atuação. Eu não estava conseguindo ter boas atuações, boas performances e naquele jogo saí muito triste. Os pensamentos foram dos mais variados, mas o Diniz, a diretoria, o Pássaro, o Raí e o presidente foram compreensivos. Hoje, posso estar aqui e dar tudo de mim para ajudar o São Paulo. Dia especial – afirmou o meia, em entrevista coletiva.

Encostado no banco de reservas, Hernanes chegou a externar seu desejo de sair do São Paulo. Depois de muito pensar sobre suas ambições na carreira e também na vida pessoal, o Profeta optou por permanecer no Tricolor. Neste domingo, o jogador teve sua primeira chance como titular da equipe comandada por Fernando Diniz e foi decisivo no Majestoso.

Após a partida, Hernanes fez questão de agradecer ao treinador e aos membros da diretoria pela paciência e compreensão durante seu período de dúvidas. Renovado, o meio-campista prometeu entrega máxima ao São Paulo em busca de um título nesta temporada.

– Falei para ele  (Diniz) o que estava se passando na minha cabeça, no meu coração. Ele foi importantíssimo porque me deu todo o respaldo e paciência. Me deu tempo e todas as condições. Não me forçou a nada e isso foi muito importante. Cheguei nele e disse: ‘estamos juntos. Quero ficar aqui e quero fazer parte do projeto do time’. Me coloquei à disposição total. Foi um cara importantíssimo pela forma como tratou da situação. Não só ele como a diretoria – explicou o atleta são-paulino.

Agora na vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com 13 pontos ganhos, o Tricolor visita o Atlético-MG, em Belo Horizonte, na próxima rodada. O duelo diante do Galo será na próxima quinta, às 20h, no Mineirão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.