Galo passeia após VAR anular gol do São Paulo e faz 3 a 0 no Mineirão

O Atlético-MG suportou meia hora de pressão do São Paulo e, com ótima atuação a partir daí, construiu uma contundente vitória por 3 a 0 no Mineirão, com dois gols de Alan Franco e um de Jair. O Galo está em terceiro lugar com 12 pontos, um a menos que o Tricolor, que é o vice-líder, mas tem um jogo a mais. A ponta é do Inter, que tem 16 pontos e também um jogo a mais que os mineiros.

Só que a história da partida provavelmente teria sido outra se Jean Pierre Gonçalves Lima não tivesse anulado o gol que Luciano marcou aos 30 minutos do primeiro tempo, que faria justiça à atuação dominante do São Paulo. Com o auxílio da tecnologia, Rafael Traci, o árbitro de vídeo, viu um impedimento que talvez só ele tenha conseguido ver.

Rafael Traci chamou a atenção de Jean Pierre outras duas vezes. Primeiro para analisar se Diego Costa, zagueiro do São Paulo, fez pênalti ao supostamente cortar uma finalização com o braço no fim do primeiro tempo. A conclusão foi de jogada normal. Depois, por entender que o mesmo Diego deveria receber cartão vermelho por fazer falta em lance que terminaria com Marquinhos na cara de Tiago Volpi já na etapa final. O árbitro de campo discordou.

Praticamente só o Tricolor jogava até o gol anulado. Foram ao menos três oportunidades claras de gol, incluindo finalizações na trave de Luciano e Paulinho Boia, sem contar as outras vezes em que a equipe conseguiu entrar perigosamente na área.

Tudo mudou depois da intervenção do VAR. Alan Franco abriu o placar aos 34 minutos, após erro de Tchê Tchê no meio de campo e ótimo passe de Jair. O segundo dele saiu aos 43, após uma bola longa que resultou em ajeitada sutil de Hyoran para o equatoriano fuzilar.

Vitor Bueno, Brenner, Igor Gomes e Toró, jogadores acionados por Fernando Diniz ao longo do segundo tempo, não conseguiram retomar o controle do jogo para o São Paulo. Ao contrário: o time foi sufocado pela ótima marcação avançada do Atlético-MG e acabou nocauteado logo aos 13 minutos, com gol de cabeça de Jair após desvio de Júnior Alonso em cobrança de escanteio. O time de Jorge Sampaoli ficou mais perto do quarto gol do que o adversário do primeiro.

As duas equipes volta a campo no domingo. O São Paulo recebe o Fluminense às 16h no Morumbi, enquanto o Atlético-MG visita o Coritiba às 20h30 no Couto Pereira.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 3 x 0 SÃO PAULO

Data/Horário: 3/9/2020, às 20h
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Lucio Beiersdorf Flor (RS) e Leirson Peng Martins (RS)
Árbitro de vídeo: Rafael Traci (SC)
Cartões amarelos: Fernando Diniz (SAO)
Cartões vermelhos: –

Gols: Alan Franco, aos 34’/1ºT (1-0); Alan Franco, aos 43’/1ºT (2-0); Jair, aos 13’/2ºT (3-0)

ATLÉTICO-MG: Rafael, Mariano, Igor Rabello, Júnior Alonso e Guilherme Arana (Fábio Santos – 41’/2ºT); Allan, Jair (Guga – 35’/2ºT), Alan Franco e Hyoran (Marrony – 35’/2ºT); Keno (Marquinhos – 19’/2ºT) e Eduardo Sasha (Savarino – 35’/2ºT). Técnico: Jorge Sampaoli.

SÃO PAULO: Tiago Volpi, Igor Vinícius, Diego Costa, Léo e Liziero; Tchê Tchê, Gabriel Sara (Vitor Bueno – Intervalo) e Hernanes (Igor Gomes – 8/2ºT); Luciano, Paulinho Boia (Brenner – 8’/2ºT) e Pablo (Toró – 32’/2ºT). Técnico: Fernando Diniz.

Um comentário em “Galo passeia após VAR anular gol do São Paulo e faz 3 a 0 no Mineirão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.