Fernando Diniz lidera lista de expulsões na temporada

No time mais disciplinado da temporada, o mais indisciplinado é o treinador. No São Paulo, que até agora teve apenas quatro expulsões, Fernando Diniz viu um juiz erguer o cartão vermelho em sua direção duas vezes.

A última foi na quarta-feira, logo após a eliminação para o Grêmio, pela semifinal da Copa do Brasil, quando Diniz invadiu o gramado do Morumbi para bater boca com o árbitro Bruno Arleu de Araújo. Na súmula, o relato é de que o técnico se referiu ao juiz como “vergonha” do futebol.

O treinador se enfureceu com o que considerou pouco tempo de acréscimo no segundo tempo. O Grêmio, que se classificava com o 0 a 0, enrolou como pode no fim da partida, e o juiz levou o jogo até os 52 minutos, insuficientes para que o São Paulo conseguisse um gol para levar a definição para os pênaltis.

O São Paulo teve quatro expulsões nesta temporada, de acordo com levantamento do Espião Estatístico. As quatro foram na Copa do Brasil, todas por reclamação. Só um atleta foi expulso: o atacante Tréllez, punido na mesma confusão contra o Grêmio.

As outras duas expulsões aconteceram no jogo de ida das oitavas de final, contra o Fortaleza, no Ceará: Fernando Diniz e o preparador físico Wagner Bertelli.

Até o jogo contra o Grêmio, o São Paulo liderava sozinho esse ranking de disciplina no país. Com os dois cartões vermelhos de quarta, igualou-se ao Atlético-GO, os dois melhores times no quesito.

Apesar da expulsão contra o Grêmio, Fernando Diniz poderá estar no banco de reservas do São Paulo no primeiro jogo de 2021, contra o Red Bull Bragantino, no dia 6 de janeiro, pelo Brasileirão. A suspensão automática é extinta com a eliminação do clube e não é cumprida em outro campeonato.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.