Entenda por que Diego Aguirre é o favorito para ser o novo técnico

Diego Aguirre é o favorito para assumir o cargo de técnico do São Paulo. Trata-se do nome de consenso no departamento de futebol. No domingo, o interino André Jardine comandará o Tricolor contra o RB Brasil, no Morumbi.

Há uma negociação avançada em andamento com Aguirre. As conversas até o momento foram consideradas positivas. Na visão tricolor, apenas detalhes separam o uruguaio do Morumbi. Os jogadores do elenco, inclusive, sabem que se trata de uma contratação provável e também aprovam o nome.

Um novo contato entre clube e Aguirre deve acontecer neste sábado, quando o acordo poderá ser definido. A intenção do São Paulo é sacramentar a negociação e anunciar o comandante nos próximos dias.

Valdívia, contratado recentemente, viveu bons momentos sob o comando de Aguirre no Internacional, em 2015, quando conquistou foi campeão gaúcho e chegou à semifinal da Libertadores.

O técnico é adepto da filosofia de rodar o elenco e dar minutos de jogo para todos os atletas, pois considera inviável manter a intensidade necessária com o elevado número de partidas por ano e o desgaste causado pelos deslocamentos no futebol brasileiro.

Diego Aguirre deverá ser o novo técnico do São Paulo (Foto: Agustin Marcarian/Reuters)

Diego Aguirre deverá ser o novo técnico do São Paulo (Foto: Agustin Marcarian/Reuters)

Veja abaixo motivos que tornam Diego Aguirre favorito assumir o São Paulo:

Finanças e boa relação

Aguirre está sem clube, o que torna a contratação mais viável financeiramente. Ele tem ótima relação com Raí, Ricardo Rocha (atuou com os dois no São Paulo no início dos anos 90) e Lugano (foi seu técnico no Plaza Colonia, do Uruguai).

Juan Figer, representante na época de Aguirre como jogador, tem bom trânsito com o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e é o responsável por conduzir as conversas com o Tricolor. Aguirre também é assessorado por Jorge Américo, que conduziu as negociações com Internacional e Atlético-MG.

Perfil e trabalhos recentes

Aguirre é considerado um profissional de perfil moderno e um ótimo gestor de pessoas. A visão no São Paulo é de que hoje o time é morno e precisa mudar a postura – tarefa possível com o uruguaio, na opinião dos dirigentes tricolores.

Os recentes trabalhos do uruguaio também são bem vistos no São Paulo. Ele dirigiu três times que foram ao mata-mata das últimas Libertadores: Internacional (semifinal, em 2015), Atlético-MG (2016, eliminado nas quartas pelo São Paulo) e San Lorenzo (2017, eliminado também nas quartas pelo vice-campeão Lanús).

Diego Aguirre foi atacante do São Paulo  em 1990 (Foto: Arquivo Histórico/São Paulo FC)

Diego Aguirre foi atacante do São Paulo em 1990 (Foto: Arquivo Histórico/São Paulo FC)

Referências

O São Paulo também tem ótimas referências a respeito de Aguirre no mundo do futebol, além do trio Lugano, Ricardo Rocha e Raí – reunir o quarteto no clube do Morumbi teria uma forte simobologia.

Lucas Pratto, vendido no início do ano para o River Plate, foi dirigido pelo uruguaio no Atlético-MG. Na última temporada, o atacante argentino falava muito bem sobre o trabalho do técnico uruguaio.

Normalmente, Aguirre trabalha com mais três profissionais: dois auxiliares (Juan Verzeri e Raul Enrique Carreras) e um preparador físico (Fernando Pignatares). Mas isso é adequado de clube para clube.

O certo é que ele aceitaria trabalhar com André Jardine, hoje interino e posteriormente novo auxiliar fixo. O projeto de médio a longo prazo do São Paulo é transforma Jardine no técnico do time principal.

Fonte: Globo Esporte

8 comentários em “Entenda por que Diego Aguirre é o favorito para ser o novo técnico

  1. Prefiro ver Raí cada vez mais assumindo responsabilidades e bancando seu projeto para o futebol do SPFC. Diego Aguirre pode não ter a provação da grande maioria, mas estrategicamente é importante por agregar André Jardine ao futebol profissional.

    Seria muito arriscado queimar Jardine antes mesmo estar preparado para assumir tamanha responsabilidade, e ele mesmo entendeu isso.
    Apesar de ter cometido alguns erros Raí conta com meu total apoio.

  2. Pelo que entendi, tudo gira em função do Jardine, a diretoria técnica joga todas as fichas nele, e com toda razão o cara parece que nasceu para ser campeão. Algumas características do Aguirre se assemelha muito a do Jardine, pela ordem disciplina, garra, ordem e rodizio dos jogadores, a minha duvida fica na questão tática, acho o Jardine mais agressivo que o Aguirre, vamos ver na prática. O Raí vai dar a ele todas as possibilidades de aprendizagem que o Rogério infelizmente não teve.

  3. Essa política de só contratar “amigos” me preocupa, qual o padrão de jogo que ele costuma jogar, será que estão analisando, será que estão analisando se com esse elenco pesado ele conseguirá implementar sua tática, a impressão que passa é que é um conglomerado de amigos, será que falaram pra ele que não temos lateral direito, goleiro e centroavante e não pretendem contratar, até quando seremos reféns de amadorismo.
    Devem aproveitar e fazer a limpa no departamento médico que aprovou o Maicosuel, preparador de goleiros que parece não treinar tempo de bola e posicionamento com os goleiros, porquê todos eles vivem mal posicionados e só chegam atrasados nas bolas, além de terem “mãos de tábua”, só espalmam pra frente é impressionante esse defeito desses nossos goleiros.
    Esses analisadores de desempenho também não acertam uma, só contratam pereba, enfim basta analisar superficialmente que já sabemos que não dará certo, torço pra dar certo mas é muito amadorismo.

    • Pura verdade, aliás esses.preparadores físicos do SPFC são péssimos, o bandido cachaceiro detonou o nosso departamento que era um dos melhores do mundo, desde então o time soh tem gordo, preguiçosos e que não aguentam dois tempos.
      Sobre o departamento de Scout, contrataram dois corintianos pra fazer merda, pois vc acha que esse gayvotas vão indicar o melhor pro rival do coração dele? Soh o gambá do Lecú pra achar isso.

  4. Era de se esperar uma escolha assim ,não sabem nada,basta ver o time que montaram ,amadores remunerados sugadores de $$$$$$,enquanto essa turma de incompetentes estiver “gerindo” o SP só vamos comemorar o fato de não cairmos para a série B.

  5. São muitos argumentos para contratação de Aguirre…

    MAS NENHUM ME CONVECE!!!!!

    O que ele ganhou???

    Ele está desempregado por que???

    Tecnico Bom não fica desempregado!!!!!!

    O Sr. Confiem em mim está acabando com o SPFC!!!!

    Ele vai derrubar o time pra segundona, mas antes de cair ele vai sair pra não manchar sua “história”.

    Só que uma MÁ ADMINISTRAÇÃO também entra pra História!!!!!

    • Clerison,

      a verdadeira razão para a chegada de Aguirre se chama JUAN FIGER. Leco deu as chaves do São Paulo para o empresário. Pode ser bom, em um momento em que estamos sem grana para contratar, mas também pode dar muito errado. A única certeza é que pior do que estava com Dorival não ficaremos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.