Eleição para definir candidato à presidência gera apreensão

Marcadas para dezembro, as eleições presidenciais do São Paulo vem dando o que falar. Enquanto a chapa “Juntos pelo São Paulo” já tem Julio Casares confirmado como candidato ao pleito, a chapa da oposição marcou para o dia 8 de agosto a votação para definir quem será o seu candidato.

O que causou estranheza foi o fato de a chapa ter escolhido o mesmo dia da final do Campeonato Paulista para definir quem disputará a cadeira presidencial do Tricolor. Marco Aurélio Cunha e Roberto Natel deverão travar um duelo equilibrado pela candidatura, com Sylvio de Barros correndo por fora.

A chapa da oposição também determinou que, independentemente do resultado da votação, os conselheiros deverão apoiar o escolhido, ainda que suas ideias não se enquadrem nas expectativas dos membros da política tricolor.

Outra situação que gerou um desconforto nos bastidores foi o fato de haver uma grande pressão para que os conselheiros compareçam nas reuniões, ignorando possibilidade de aglomeração, o que aumenta o risco de contágio pelo novo coronavírus.

Por enquanto, apenas os candidatos à presidência do Conselho Deliberativo já estão definidos. Pela chapa “Juntos pelo São Paulo”, Olten Ayres de Abreu Júnior disputará o pleito. Já a chapa da oposição terá Marcelo Marcucci Portugal Gouvêa como aspirante à cadeira.

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Eleição para definir candidato à presidência gera apreensão

  1. Isso é mentira!! O conselheiro pode votar por procuração simples.
    Não vão conseguir atrapalhar o futuro do SPFC. Imprensa marrom !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.