Diniz busca fazer Brasileirão sólido depois de decepções no Athletico e no Flu

Não há dúvidas de que Fernando Diniz é um dos nomes mais pressionados no São Paulo após a eliminação vexatória da equipe para o Mirassol, no Campeonato Paulista. Agora, o treinador buscará guiar o Tricolor em uma campanha sólida no Brasileirão, algo que não conseguiu fazer nas duas oportunidades que teve na competição.

O primeiro desafio de Diniz no Campeonato Brasileiro foi à frente do Athletico Paranaense, em 2018. Na ocasião, o técnico comandou o Furacão nas 12 partidas iniciais da competição, sendo demitido após resultados negativos. Foram apenas duas vitórias, três empates e outras sete derrotas, despedindo-se do cargo com a equipe na vice-lanterna.

Na temporada seguinte, Diniz ganhou nova chance, dessa vez no Fluminense. O treinador esteve à frente do time carioca nas 14 primeiras rodadas do Brasileirão e, mesmo com uma equipe apresentando um futebol ofensivo, foi demitido por conta dos números ruins. Foram três vitórias, três empates e oito derrotas, dando adeus ao Tricolor das Laranjeiras quando a equipe ocupava a 18ª colocação.

Para reescrever seu histórico negativo no Campeonato Brasileiro, Diniz terá que recuperar o futebol apresentado pelo São Paulo antes da paralisação por conta do coronavírus. Nos últimos jogos disputados pelo Tricolor, o time demonstrou pouco repertório ofensivo e foi facilmente vazado pelos adversários.

Desde que chegou ao São Paulo, em setembro de 2019, Diniz comandou a equipe em 30 partidas, com 14 vitórias, sete empates e nove derrotas, um aproveitamento equivalente a 54,4% dos pontos disputados.

 

Fonte:  Gazeta Esportiva

2 comentários em “Diniz busca fazer Brasileirão sólido depois de decepções no Athletico e no Flu

  1. Veja que a própria matéria já mostra o patamar que virou o SPFC, fazer uma campanha sólida…

    O SPFC não entra mais para ganhar os campeonatos, entra para fazer um bom papel. Bom papel, ficar entre quarto e oitavo lugar!! Essa é a realidade! Um time médio!

    • Os versos do nosso hino vaticinaram: suas glórias vem do passado. Então… é isso! Vamos ficar louvando as nossas glórias do passado, porque o futuro se mostra cada vez mais difícil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.