Diniz aprova data de reinício do Paulistão e período em Cotia

O retorno do Campeonato Paulista no dia 22 de julho foi bem visto pelo técnico do São Paulo, Fernando Diniz. A equipe iniciou os treinos com bola no dia 1º de julho e na volta terá pela frente o Bragantino, no Morumbi.

– Talvez com uma semana a mais seria o ideal para a equipe, mas também não está ruim. A gente teve a primeira semana das avaliações, que já foi o primeiro contato com todo mundo quase que se vendo, com os protocolos que tivemos que seguir, mas já foi um início de grupo. Depois, no dia 1º, já conseguimos intensificar os treinamentos. Então a gente vai estar em boas condições de reiniciar. Acho que a Federação Paulista acertou. Nem foi a questão da Federação Paulista, como também da CBF, que colocou a data e foi irredutível, eu acho que a data é essa mesmo – afirmou Diniz em entrevista à SPFCTV.

Para aprimorar a parte técnica e física, o São Paulo optou em ir para o centro de treinamento das categorias de base, em Cotia, e se concentrar entre sete e dez dias. Os primeiros treinos foram realizados nesta quinta-feira.

Se na Barra Funda o elenco treinava apenas na parte da manhã, em Cotia as atividades são divididas em dois períodos. Sem o retorno das competições de base, os profissionais têm todas as instalações exclusivas neste momento.

– Aqui a gente está respirando o São Paulo, respirando as competições, e a primeira que é o Campeonato Paulista, que são mais seis jogos para a gente brigar por essa conquista tão sonhada. É o melhor lugar que a gente poderia estar. A gente teve a experiência no começo do ano, que a gente ficou um período aqui que foi muito útil, ajudou bastante. Então como eu disse, os jogadores aderiram muito bem à ideia de poder estar aqui e estar em boas condições de iniciar bem o campeonato – analisou o treinador.

Líder do Grupo C do Paulistão, com 18 pontos, o São Paulo já está classificado para as quartas de finais. Apesar disso, Fernando Diniz afirma que esse fato não pode mexer com os jogadores no reinício da competição.

– É importante a gente estar classificado, mas isso não é algo que vou levar para o campo. Não é uma situação que a gente vai levar para a acomodação. Pelo contrário, é bom saber que tem essa situação, tirar aquela pressão que às vezes pode atrapalhar. Mas a gente sempre vai estar pressionado, porque o São Paulo é um time que vive de pressão. Quando a gente coloca a camisa e entra em campo a gente tem que render e entregar vitórias para o torcedor – finalizou Diniz.

O CT de Cotia passou por adaptações parecidas com as do CT da Barra Funda para receber os jogadores, segundo o site oficial do São Paulo. Foram colocadas tendas ao ar livre para musculação e exercícios físicos e serão adotados protocolos sanitários. Todos ficarão concentrados em quartos individuais. Os vestiários não serão usados.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.