Defesa do São Paulo procura 3ª partida consecutiva sem ser vazada

Fernando Diniz parece ter finalmente ajeitado a defesa do São Paulo. Depois de sofrer gols durante dez jogos consecutivos, o técnico promoveu a entrada de Bruno Alves, no lugar de Léo, e de Luan, como primeiro volante. As mudanças surtiram efeito e o Tricolor não foi vazado nas últimas duas partidas.

Diante do Atlético-GO, no Morumbi, o São Paulo triunfou por 3 a 0, mas concedeu chances aos adversários. O Dragão só passou em branco por conta de Tiago Volpi, que fez três grandes defesas. Já no clássico contra o Palmeiras, vencido por 2 a 0, a defesa se mostrou segura e o goleiro precisou fazer apenas uma intervenção, em cobrança de falta de Gustavo Scarpa.

Agora, o sistema defensivo busca uma marca importante. Contra o Fortaleza, nesta quarta-feira, o São Paulo pode vencer pela 3ª vez consecutiva sem sofrer gols, feito que não alcança desde 2018.

Na ocasião, o clube do Morumbi era comandado por Diego Aguirre. Durante a boa campanha da equipe do primeiro turno do Brasileirão, o São Paulo derrotou Athletico-PR, Vitória e Flamengo sem ser vazado. Antes da sequência de vitórias, o Tricolor ainda havia empatado em 0 a 0 com o Internacional.

Em 2020, o time de Diniz ainda não conseguiu segurar o ataques adversários em três jogos consecutivos. Nesta quarta-feira, Fortaleza e São Paulo duelam pela partida de dia das oitavas de final da Copa do Brasil às 19h15, no Castelão.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.