Casares cobra reunião com o prefeito após nova chuva no São Paulo

Em vídeo publicado nas redes sociais nesta quarta-feira, o presidente eleito do São Paulo Julio Casares falou sobre a chuva que afetou o clube social na última terça-feira, e cobrou ações da prefeitura.

“Estou indo agora para uma agenda intensa no Morumbi, primeiro uma vistoria na área social, mais uma vez as chuvas que caíram em grande volume abalaram a nossa estrutura no complexo social, não como da outra vez, mas também danificou algumas áreas e o clube precisa de uma limpeza. Faremos hoje. Fechamos o clube para isso”, contou.

Não é a primeira vez que o problema acontece no Morumbi. Em 2019 uma forte chuva afetou as dependências do clube; dias depois, o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, se reuniu com a prefeitura.

“Estou aguardando uma agenda com o prefeito Bruno Covas (PSDB), que já pedimos, para colocar esse assunto, essa angustia dos nossos sócios, usuários e moradores do Morumbi em relação às fortes chuvas, as obras que estão orçadas têm que sair do papel, e isso que vamos colocar ao prefeito. No dia 6 de janeiro, às 16h, temos uma audiência com o governador João Doria (PSDB) para falar da segurança ao redor do estádio”, completou Casares em vídeo.

Decisão na Copa do Brasil
Antes de falar dos problemas da chuva, o dirigente também se mostrou esperançoso com uma classificação do São Paulo nesta quarta-feira. “Hoje é um grande dia, dia de torcer para o São Paulo novamente. Vamos avançar na Copa do Brasil, é o que esperamos”, disse.

O Tricolor do Morumbi recebe o Grêmio, às 21h30 (Brasília), pela volta das semifinais da Copa do Brasil. Os gaúchos venceram o duelo de ida por 1 a 0.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

3 comentários em “Casares cobra reunião com o prefeito após nova chuva no São Paulo

  1. Tem cobrar mesmo, porque o VERME PARASITA do Lecú nada fez além de andar de BMW e engordar, essa PORCARIA de presidente.
    Quem sabe a partir de 1o. de janeiro tenhamos um presidente à altura do SPFC, porque os últimos três, principalmente esse DESASTRE do Lecú, soh nos fizeram passar vergonha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.