Casagrande critica comentários de Lugano sobre Democracia Corinthiana

O comentarista Walter Casagrande Jr, da Globo, criticou o superintendente de relações institucionais do São Paulo, o ex-zagueiro Diego Lugano, por fazer ressalvas ao movimento chamado de Democracia Corintiana, que teve Casagrande como um dos líderes no começo da década de 1980.

Ao site argentino Infobae, Lugano citou o ex-goleiro Emerson Leão, que fez parte do time do Corinthians na época, mas era publicamente contrário ao movimento, para apontar o que chamou de o “outro lado da moeda”.

Na entrevista, Lugano diz que Leão contou que era impedido de treinar. O ex-zagueiro afirmou:

– É verdade, muito linda a democracia para decidir tudo, mas se de repente seis queriam treinar, e dez não, não te deixavam? É muito romântica a história, Sócrates (outro líder da Democracia Corintiana) é um fenômeno em um contexto social e político muito especial, mas, bem, temos que dar a dimensão necessária – completou Lugano.

Casagrande lamentou a declaração do atual dirigente são-paulino:

– É muito estranho ouvir uma pessoa falar sobre a Democracia Corinthiana sem ter propriedade alguma e sem conhecimento algum sobre o movimento. Esse é um dos problemas das pessoas oportunistas, antes de falar de alguém ou de alguma coisa, deveriam se informar melhor.

O comentarista negou que Leão fosse impedido de treinar e elogiou o goleiro, que defendeu o Corinthians em 1983 – o time foi bicampeão paulista em 1982 e 1983, nos dois anos em finais contra o São Paulo.

– Bom, no caso do Leão, com quem tenho ótimo relacionamento, posso dizer que ele não acha que o movimento era democrático e se manifestava e manifesta até hoje nesse sentido. E sempre aceitamos as opiniões dele. Para mim, o Leão é o melhor goleiro brasileiro que vi jogar e a minha admiração por ele vem muito de vê-lo treinar muito para jogar. O Leão chegava antes de todos e saía depois de todos, foi primordial ao bicampeonato.

– Agora eu só quero esclarecer que as pessoas devem ouvir só quem tem conhecimento sobre os assuntos, e não uma pessoa completamente despreparada e sem propriedade alguma para falar sobre a Democracia Corinthiana – concluiu Casagrande.

A reportagem tentou contato com Emerson Leão, mas ele não foi encontrado.

 

Fonte: Globo Esporte

4 comentários em “Casagrande critica comentários de Lugano sobre Democracia Corinthiana

  1. O Casagrande é uma mala e nesse caso não tem razão. O Lugano comentou algo que o próprio técnico Leão falou pra ele. Agora o Lugano não pode dar a sua opinião sobre algo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.