Banho no hotel e ônibus lacrado: como serão as viagens na Libertadores

A Conmebol enviou para as dez associações nacionais de futebol o protocolo sanitário a ser seguido pelos clubes que disputarem jogos da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana. Os times visitantes não poderão ficar mais do que 72 horas no país em que forem jogar.

A entidade anunciou nesta semana que vai bancar vôos fretados para os clubes, assim como os testes. O documento detalha como as delegações deverão proceder nas quatro etapas do deslocamento:

1) Antes da viagem

  • Todos os integrantes da delegação terão que fazer testes PCR e enviar os resultados 24 horas antes do voo para a Conmebol. Quem der resultado positivo ou indeterminado não pode embarcar;
  • Além dos resultados dos exames, os clubes devem enviar sua agenda detalhada no país a ser visitado. As únicas atividades são saídas do hotel para treinar, jogar e voltar ao aeroporto.

2) Ao chegar

  • Os procedimentos de imigração serão realizados de maneira isolada de outras pessoas no aeroporto;
  • Assim que entrarem no ônibus, o veículo será lacrado por um representante da Conmebol. Não será permitido que ninguém entre ou saia do ônibus até a chegada ao hotel;
  • Todos os integrantes da delegação já terão seu check-in feito com antecedência no hotel. As chaves de cada quarto serão entregues ainda no ônibus, para evitar aglomerações nos elevadores ou nas áreas públicas do hotel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.