Antony relembra conquista da Copinha e fala sobre Larissa

Antony ganhou espaço nos profissionais do São Paulo após brilhar na conquista da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2019. No entanto, o atacante já havia estreado pelo Tricolor no ano passado. O jogador debutou no empate contra o Grêmio por 1 a 1, no Brasileirão de 2018, e lembra até hoje do que sentiu naquele dia.

“Minha família ficou muito feliz, vendo eu atuar ao lado de grandes jogadores, com muitas histórias. Estava sempre escutando eles, querendo aprender mais, crescer mais. Ouvir meus próprios companheiros me incentivou a crescer mais”, disse o jogador no segundo capítulo da série produzida pelo Tricolor sobre a trajetória do atleta no clube.

Antony não esconde que a princípio ficou incomodado com o fato de retornar à base para disputar a Copa São Paulo do ano passado, porém uma ligação do Raí amenizou a frustração.

“O Raí me ligou, falou que eu desceria para jogar a Copa São Paulo. No começo, confesso que fiquei um pouco nervoso, por já estar no profissional e jogar na Copinha, mas, quando o Raí me ligou, deu uma tranquilizada”, afirmou o atacante.

Quando entrou em campo para disputar a final da competição, contra o Vasco, sentiu uma emoção indescritível.

“A gente sabe da visibilidade da Copinha, da importância, ainda mais pela torcida, que eu sempre gostei. Você vê aquele estádio lotado, com todo mundo cantando e apoiando, me arrepiei”, completou.

Larissa entra na vida de Antony

Desde a Copinha de 2019, Antony tem uma grande parceira do lado de fora dos gramados. Trata-se da Larissa, menina de sete anos que se recupera após a retirada de um tumor cerebral e possui uma relação especial com o São Paulo. No vídeo publicado pelo Tricolor, é perceptível que a paixão pelo clube deu forças para a garota durante o tratamento.

“Quando entrei com ela, já no abraço senti uma menina super especial”, disse Antony, que passou a comemorar seus gols fazendo um “L” com a mão, em homenagem à Larissa. A garota também foi homenageada pelo elenco que disputou a Copinha de 2019 na final, quando todos os titulares rasparam o cabelo em solidariedade.

“A sintonia e o carinho que eu tenho por ela desde a Copa São Paulo… Desde a primeira vez que a vi senti algo diferente. Ela me dá motivação a cada vez ser mais forte. Ela pode ter certeza que, agora que eu vou embora no meio do ano, sempre vai estar comigo, nas minhas orações e coração. Pode ter certeza que eu te amo muito”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.