A estrela de Brenner: jovem marca duas vezes e é elogiado por Volpi

Tiago Volpi foi um dos grandes nomes da classificação do São Paulo para as quartas de final da Copa do Brasil na noite do último domingo. No entanto, a história também tem outro protagonista: mais uma vez, foi o jovem Brenner quem conseguiu balançar as redes e colocar o time na próxima fase da competição.

– Sou um cara que acredita muito que tudo tem seu tempo e sua hora. Realmente hoje o Brenner vive um momento especial na carreira dele, na vida dele. Ele é um garoto que se tem uma aposta muito grande, como em muitos jogadores do futebol brasileiro, que, muitas vezes, pelo devido talento, acabam subindo para o profissional, não digo de maneira precoce, mas se cria uma expectativa muito grande e uma pressão muito grande – iniciou o goleiro em entrevista coletiva após a classificação.
– Não é fácil você administrar. Em um dia você está jogando nas categorias de base e no outro você é considerado uma das maiores apostas do clube. Então, existe essa troca de pressão muito grande para um garoto de 17 para 18 anos. Não é fácil assimilar tudo isso. No caso dele, o que tem acontecido nesse processo foi muito benéfico, até mesmo ter rodado no ano passado, ter saído, pego experiência no Fluminense. Hoje ele retorna, esse ano com mais sequência, principalmente depois da pandemia, ele soube esperar, soube trabalhar. O Diniz faz um trabalho muito bacana com ele. Tudo tem seu tempo e sua hora, e esse período de maturidade do Brenner tem chegado e cada vez ele tem estado mais pronto para assumir essa responsabilidade que ele está assumindo agora – complementou.

No tempo normal, Brenner anotou um gol em cada tempo, e o time ia vencendo por 2 a 0, até David e Roger Carvalho empatarem o jogo e levarem a decisão para as penalidades máximas. A questão aqui é outra, porém: Brenner vem marcando muito nos últimos compromissos da equipe comandada por Fernando Diniz.

Primeiro, ele é o artilheiro do time na temporada 2020, com 11 gols anotados, à frente de Pablo (com nove), Luciano e Daniel Alves (ambos com seis), em todas as competições. Além disso, Brenner anotou em quatro das últimas seis partidas: foram quatro tentos contra o Fortaleza (dois na ida e agora dois na volta), um na vitória por 5 a 1 contra o Binacional e dois no triunfo sobre o Atlético-GO por 3 a 0.

Os outros gols dele aconteceram lá em fevereiro, no empate por 1 a 1 contra o Novorizontino (Paulista), na vitória contra o Corinthians por 2 a 1 (Brasileiro) e um contra o Fluminense, que acabou 3 a 1 para os paulistas (Brasileiro).
Para chegar até esses números, Brenner precisou de apenas 21 jogos, ou seja, ele tem uma média de 0,5 gol/partida. Pablo, por exemplo, tem média de 0,3, Luciano 0,42 e Daniel Alves 0,2. Além de ser artilheiro, o jovem de Cotia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.