A vitória deste domingo nos permite respirar

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, o ditado diz que não há bem que sempre dure nem mal que nunca acabe. O São Paulo conseguiu responder à torcida e venceu o Fluminense, e de quebra jogando um belo futebol.

Não, não estou delirando e achando que “pintou o campeão”. Mas pintou, sim, a certeza de algo que eu nunca tive dúvida: time grande não cai e o São Paulo não vai cair.

É verdade que o “se” não existe no futebol, mas tivessem Rogério Ceni e Jadson convertido os pênaltis em gols, estaríamos com 19 pontos na tabela, pensando até em briga pelo título. Isso implica dizer que o São Paulo não jogou mal contra Portuguesa e Flamengo e já merecia ter vencido esses jogos.

Hoje Ganso apareceu, vestiu-se de maestro e conduziu o time à vitória. Foi participativo, lançou, chutou, fez uma assistência perfeita para o gol de Luis Fabiano. Foi o protagonista e deixou Jadson como coadjuvante. Aliás, gosto do futebol de Jadson, mas ele não está correspondendo em campo.

Mas o time hoje foi vibrante, marcador, apoiador e atacante. O elenco se uniu e formou uma coisa só. Apesar dos destaques individuais, entendo que o conjunto prevaleceu. Mesmo a saída precipitada de Ademilson, contundido, não pôs a perder o que Paulo Autuori planejou, pois Lucas Evangelista entrou bem e cumpriu papel tático importante.

O fortalecimento do sistema de marcação possibilitou que Douglas e Reinaldo apoiassem mais. Muitas jogadas foram criadas pelas laterais. Até um golaço marcado por Reinaldo, grata surpresa no jogo e um dos melhores em campo.

O ar que precisávamos para respirar chegou. Agora é encher o pulmão de oxigênio e aproveitar mais uma semana, onde muito treinamento poderá ser aplicado para, no mínimo, manter o nível que o time apresentou nesse domingo.

11 comentários em “A vitória deste domingo nos permite respirar

  1. No Brasileirão, já não dá para esperar mais nada. Aposto que não cai, mas aposto porque há vários times com elenco inferior ao do S.Paulo que nem começaram ainda a sofrer com os problemas de contusões e cartões.
    Mas ainda dá para sonhar com a Sul-americana…

  2. P.H. Ganso e Jadson podem (muito) e devem (muito) jogar juntos. montar taticamente o time para que isso aconteça é problema do treinador – diga-se de passagem, o treinador também tem que ser bom. é o mesmo que dizer que Zito e Mengálvio não poderiam jogar juntos. Zito marcava e jogava (Jadson) e Mengálvio pensava e executava a melhor jogada (Ganso). simples.

  3. Caros amigos,

    Mais do que a vitória, o time mostrou um futebol consistente, tanto na marcação, quanto na criação.

    A volta ao 4-2-3-1 fez o time ter muito mais consistência, mais pegada na marcação e mais criação. Passamos também a pegar mais rebotes.

    Ufa! é isso aí….vamos nessa e bola pra frente!

  4. Paulo e ainda digo mais, sobre o Atlético/PR só não ganhamos por um erro infantil do Tolói (ele não iria alcançar a bola e o atacante não iria fazer muito coisa se ele não tivesse dado o carrinho).
    Ou seja se tivessemos vencido esses 3 jogos (Portuguesa, Atlético/PR e Flamengo), estaríamos com 21 pontos, no meio da tabela.

    O time não está jogando tal mal (nas últimas 4 partidas), contando o elento que temos e a falta de tempo para treinar.

    Não caíremos, pode ter certeza!!!

    Mas temos que brigar para ficar na zona de conforto (no meio da tabela) e não na zona da degola (próximo ao Z4).

    Acho que o PA pode usar o Brasileiro, para dar padrão, confiança e introzamento ao time, para que na Sulamericana, possamos ir bem e pegar mais um título, é o que salvará o ano.

  5. Destaque para a torcida.

    Num so jogo com promocao, bateu todos os outros seis

    anteriormente disputados sem promocao. Os seis sem promocao

    teve 51.319 torcedores e hoje 55.256. Parabens, a essa diretoria

    maldita, mentirosa que apesar de arrogante tem profissionais

    competentes que os assessoram. Que essa promocao continue para

    sempre com certeza trara milhares de ST, e nao milharess de socios

    nas pisicinas, isso para nos torcedores nao interessa.

    Queremos sempre um time disputando o topo e nao a lanterna.

    Ingressos caros so em mata matas da Libertadores que e

    nossa paixao e em finais. O paulistinha deveria ser de graca,

    por sorteio como essa merda da fifa faz com a venda de

    seus malditos ingressos.

    BOA SAMPAULO, agora vamos dar a arrancada para sair dessa merda

    de situacao criada por essa diretoria que so ve poder.

  6. Pra mim, o jogo de ontem comprova por “A” mais “B” que o time tava entregando o outro pra derrubar o Ney Franco.A disposição e as jogadas estavam totalmente diferentes dos jogos do Ney Franco.Não que o ex-treinador não merecesse (um erro não justifica o outro, mas ele fez por merecer a geladeira dos jogadores).Tomara que joguemos bem o resto do certame.

    • Acho que nota deisss teve culpa pela sua incompetencia

      de montar um padrao tatico no nosso time,

      quando chegou era bola no Lucas e so.

      Depois se perdeu e essa maldita diretoria,

      nao trocou a peca gasta e deu no que deu.

    • Eu tenho a impressão de que foi a diretoria que “fritou” o Ney Franco. Os atletas apenas perceberam o movimento e aproveitaram para jogar nas costas dele a responsabilidade. Ele não aguentou a pressão após as derrotas na primeira fase da Libertadores e nos jogos decisivos do Paulistão, tentou mudar para satisfazer os críticos e piorou tudo.

  7. Boa vitória. Como já tinha dito aqui antes :
    1. O time ainda iria sangrar pois estava num furacão político e técnico, mas agora dá-se a impressão que já estamos começando a sair do turbilhão.

    2. A questão política em tese arrefeceu, com o MAC indiretamente fora do embate (na minha opinião foi extremamente ingênuo e serviu de “boi de piranha”, uma pena pois parecia ser um quadro promissor), e a chegada de outro candidato deve ao menos distensionar o ambiente, uma vez que era aliado da situação.

    3. Tenho fé que Ceni, com o crescimento de Ganso e Jadson, vão comandar a volta do SPFC aos trilhos novamente, talvez seja tarde demais para se ambicionar algo maior.

    4. Denílson, Rodrigo Caio e Fabrício também deverão crescer e melhorando assim a defesa. Até porque com o estilo de Autuori eles tem uma grande chance de permanecerem entre os titulares.

    5. No ataque por enquanto ainda vamos depender de Aloisio, Lucas e Osvaldo uma vez que LF não deve permanecer por muito tempo em campo, seja por lesões e/ou indisciplina. Quem sabe se esse Negueba consiga desempenhar um futebol razoável.

    6. Destaque para a nossa torcida e para a medida que reduziu o preço dos ingressos num momento tão importante como este, onde a presença dos torcedores será fundamental.

    Vamos lá Tricolor !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.