Uma surpresa positiva no comando do futebol tricolor

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, nosso site tem mantido uma postura de absoluta neutralidade em relação à política do clube nestes seus sete anos de existência, e assim se perpetuará, tenho certeza. Por isso não elogiamos por elogiar ou criticamos por criticar.

Essa é a razão do editorial de hoje, onde queremos ressaltar a surpresa positiva que está sendo Adalberto Baptista no comando do futebol do São Paulo.

Rodeado de incertezas e desconfianças desde que assumiu, pouco a pouco foi tomando conta de seu espaço e assumindo as rédeas do futebol. Apesar dos holofotes ficarem virados para João Paulo de Jesus Lópes, que é o atual vice-presidente de futebol, está claro que as últimas decisões nesta área foram tomadas por Adalberto Baptista.

Estamos nos referindo, principalmente, às renovações de contratos dos jogadores recém-promovidos da base. Após o Mundial Sub-20 os problemas começaram a surgir, com Henrique e Casemiro ameaçando rompimento de contrato na Justiça, assim como fez Oscar.

Adalberto, em poucos dias, renovou os dois contratos por cinco anos, após ter afastado o empresário de Casemiro nas negociações, e fez o mesmo com Luis Eduardo, Henrique Miranda e Denis, dando maior garantia ao próprio clube que se viu em risco de perder suas joias.

Nós temos sido muito críticos da letargia com que age a diretoria do São Paulo. Perdemos algumas boas contratações ou jogadores nossos que vão embora exatamente pela demora na tomada de decisões.

A rapidez e a forma com que estas renovações foram feitas nos surpreenderam. Mais do que isso, nos trouxeram a confiança que ainda não tínhamos no novo diretor de futebol do clube.

Some-se a isso o fato de ter sido Adalberto Baptista o responsável direto pela contratação de Luis Fabiano. Sabemos que seu aproveitamento, após tantas cirurgias, ainda gera uma certa desconfiança, mas conversando com pessoas de dentro do clube, que estão acompanhando o dia a dia do jogador, a certeza de que Luis Fabiano ainda dará muitas alegrias para o torcedor são-paulino é grande. Esperem o dia 21 de setembro, quando o Tricolor enfrenta o Corinthians, no Morumbi. Deverá ser um grande dia.

Se as pessoas que integram a base de apoio de Juvenal Juvêncio não atrapalharem (até porque a oposição mais forte está dentro da própria base de Juvenal), o trabalho tende a continuar sério e Adalberto Baptista poderá se tornar um dos bons diretores de futebol da história do São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.