Após confusão, Leão elogia camisa 10 e brinca: “tem que matar um Jadson por dia”

Pela terceira partida consecutiva, o camisa 10 Jadson fez boa partida e deu mais um passo para convencer Leão de que pode sim estar entre os 11 titulares. O treinador foi só elogios para atuação do meio-campo e mostrou que o ambiente no grupo é de paz após a classificação para semifinal da Copa do Brasil e a primeira vitória no Brasileiro.

“O Jadson já entendeu como time precisa dele. Ninguém quer tira ele de campo, outro dia até o elogiei no treino. Gosto que ele chegue um pouco mais na área para bater no gol, mas ele precisa ser um pouquinho mais egoísta”, disse Leão, colocando um ponto final na polêmica do início da semana, quando o jogador recomendou uma postagem no Twitter dizendo que precisava matar um Leão por dia.

“Aqui ele precisa matar um Jadson por dia e não um Leão. Na Ucrânia, o treinamento é muito diferente. Tem jogador que vem para cá e não consegue mais readquirir o ritmo de antes”.

Neste domingo, o camisa 10 não fez gol e nem assistência, mas participou ativamente da partida. Homem das bolas paradas, ele quase deixou o seu após cobrar falta com perfeição no ângulo esquerdo de Marcelo Lomba, que fez bonita defesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.