Veja como está a recuperação da lesão de Rojas no São Paulo

Joao Rojas, do São Paulo, não tem previsão de retorno aos gramados. O atacante teve período de descanso menor do que o restante do grupo por estar em tratamento de lesão para não interromper os trabalhos de fisioterapia.

O jogador frequentou o Reffis do CT da Barra Funda até o último dia 20 de dezembro e segue sua recuperação no Equador.

A programação de Rojas é retornar aos trabalhos de fisioterapia antes da reapresentação do elenco, marcada para o dia 6 de janeiro.

Quais foram as lesões de Rojas
Em agosto, quando estava em fase de transição e iniciava treinos no gramado, Rojas sofreu uma nova lesão no joelho direito (o clube explicou na época que não havia ligação entre as lesões).

Na ocasião, ele teve uma ruptura do tendão quadricipital, de acordo com o São Paulo. Depois da cirurgia, o jogador andava com o auxílio de muletas.

Rojas não joga uma partida desde o dia 26 de outubro de 2018, quando sofreu uma ruptura nos ligamentos do tendão patelar do joelho direito (relembre no vídeo acima). Essa foi a primeira lesão grave do atacante. Ele sentiu durante uma partida contra o Vitória, no Barradão. Desde então se passaram mais de 420 dias.

Relembre as etapas das lesões de Rojas:

26 de outubro de 2018 – ruptura dos ligamentos do tendão patelar do joelho direito;
1 de novembro de 2018 – cirurgia para reconstituir os ligamentos;
14 de novembro de 2018 – início da recuperação no São Paulo;
16 de maio de 2019 – jogador corre no gramado do CT da Barra funda;
15 de julho de 2019 – retirada de ponto do joelho;
13 de agosto 2019 – nova lesão no joelho direito.

 

Fonte: Globo Esporte

6 comentários em “Veja como está a recuperação da lesão de Rojas no São Paulo

  1. A maior prova de incompetência do departamento médico, maior até que a contratação de jogadores lesionados.

    O cara foi operado duas vezes no mesmo joelho sem ter chutado uma bola entre uma cirurgia e outra. Ele vai acabar ficando mais tempo afastado dos gramados do que ficou o Ronaldo. Vai ficar mais tempo afastado que o Anderson Silva, que quebrou a perna e voltou a lutar, chutando canelas com a perna recuperada, após 13 meses…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.