Vazou áudio! Mancini revela por que saiu e São Paulo responde

O clima no São Paulo segue borbulhando. Para colocar ainda mais lenha na fogueira, um áudio polêmico de Vagner Mancini vazou na manhã desse domingo e se espalhou pelas redes sociais.

Na áudio, o ex-coordenador de futebol do São Paulo deixa claro sua insatisfação com a postura da diretoria tricolor, e aponta Daniel Alves como responsável direto pela contratação de Fernando Diniz.

“Sabe porque eu saí, boleirão? Porque eu fui efetivado no cargo, aí quatro horas depois disso, o Daniel Alves foi lá pedir o Fernando Diniz. Eles (diretoria) me chamaram e falaram que estavam em dúvida. Falei: ‘Ué, se estão em dúvida, vão atrás do Diniz que estou indo embora. Tchau!’. Foi isso”.

Vagner Mancini confirmou a veracidade e autoria do áudio vazado em contato feito pela Gazeta Esportiva. O ex-dirigente são-paulino, porém, explicou que prefere não se manifestar além disso no momento.

Vagner Mancini havia sido escolhido pelo São Paulo para substituir Cuca até o final da temporada. Mas, após cerca de quatro horas, Fernando Diniz foi, de fato, contratado. Imediatamente, Mancini pediu demissão e Diniz chegou pouco tempo depois para comandar o primeiro treino no CT da Barra Funda.

A estreia do novo treinador está marcada para esse sábado, contra o Flamengo, no Maracanã, às 19h, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

São Paulo responde
Por meio de sua assessoria de imprensa, o São Paulo atendeu o contato feito pela Gazeta Esportiva e respondeu as palavras vazadas de Mancini.

O clube entende que a versão dita por Mancini revela uma frustração pelo fato do ex-coordenador não ter sido escolhido para suceder Cuca em uma função que o próprio Mancini garantiu por diversas vezes que não tinha pretensão em assumir.

O São Paulo ainda reitera o discurso do diretor executivo de futebol Raí, de que a escolha de Fernando Diniz não tem absolutamente nada com Daniel Alves, particularmente.

O camisa 10 foi consultado assim como todo o grupo em função da peculiaridade de jogo de Fernando Diniz. A cumplicidade do elenco, o entendimento e concordância eram necessários, segundo o clube, que não deixa de admitir ter sido fundamental esse retorno positivo para a contratação ser efetivada.

Por fim, o São Paulo lamenta a postura de Mancini, já que o projeto junto a ele nunca foi para ser técnico, e reforça que o momento não era para um “tampão”, e sim para um novo projeto.

Reincidente
Em 2017, Vagner Mancini passou por uma situação parecida. O então técnico do Vitória teve outro áudio de whatsapp vazado após superar o Corinthians dentro da Arena de Itaquera.

“Ganhar do Corinthians é ótimo, somar três pontos nem se fala, mas dar uma patada num jornalista babaca corintiano, então, nem se fala”.

A repercussão negativa fez com que Mancini se desculpasse pelas palavras pouco tempo depois.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

5 comentários em “Vazou áudio! Mancini revela por que saiu e São Paulo responde

  1. Essa pegou muito mal.
    Depois de dizer que aceitou o cargo de coordenador pq não tinha ambição de ser treinador ele manda uma dessa…

    Saiu tarde, sacanagem com o Cuca que estava sem respaldo nenhum pelo jeito.

  2. Uma crise sem fim. A falta de um norte e de planejamento, fica evidente a cada ato, a cada decisão dessa atual diretoria. Quem puxa a corda com mais força vence sempre, esse é o tipo de planejamento imposto na atual gestão. Clube caranguejo, só anda de lado. Nada melhora… nada mesmo!

  3. Não sei o que há de ruim no fato do Dani Alves sugerir um técnico, afinal, quem contrata é a diretoria… e acho válido a opinião de um multi campeão e extremo profissional… o negócio é o seguinte… esse Mancini abandonou o barco antes que fosse escancarada a sua incompetência, tal qual a diretoria…
    Este Sr. está falando por seu orifício corrugado, pois ao chegar no São Paulo e mesmo pouco antes da chegada do Cuca (quando dirigiu o time) deixou bem claro que havia chegado ao São Paulo para funções administrativas… e que já havia recusado ofertas para voltar a ser técnico… e agora quer fazer carnaval, pois queria estar a frente do time… fraco como profissional em duas frentes… tanto como coordenador de futebol e também como técnico… já vai tarde… quer criar polêmica onde não existe… agora só falta sair o Leco e seus diretores… aí sim, voltaremos a ser um time sério

  4. Esse é o ‘proficionalizmo’ que existe no São Paulo: mantém um inútil sem função no grupo, que quando da sai, sai atirando para tudo quanto é lado e revelando questões que deveriam ficar internas no clube. E pior, fica claro que os outros inúteis que o contrataram, não sabem nem o que estão fazendo, pois anunciam a efetivação de um aspone e horas depois contratam um novo técnico…
    Profissionalismo e Planejamento é a ‘cara’ desse São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.