Tréllez alerta para grama sintética e se motiva com tabu na Arena

A grama sintética da Arena da Baixada preocupa o São Paulo para o duelo com o Atlético-PR, às 21h45 (de Brasília) desta quarta-feira, pela Copa do Brasil. Tanto que o centroavante Santiago Tréllez, que será titular na partida desta noite, pede atenção para o time tricolor abrir vantagem no primeiro embate válido pela quarta fase do torneio nacional.

“Não estamos acostumados a jogar num campo sintético. Não é desculpa para falar que não vamos jogar bem lá. O São Paulo tem que jogar bem sempre aonde for. Mas temos que saber conviver com isso”, recomendou o jogador, em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva.

“Às vezes, a bola quica de um jeito diferente, vai mais rápida. Temos de estar ligados e concentrados para resolver essa situação, e também para controlar o time deles, que trabalha bem a bola. Vai ser um jogo difícil, mas, fazendo as coisas certas, temos grandes chances de trazer um bom resultado para casa”, avaliou o colombiano, titular nas últimas cinco partidas.

Outro aspecto que envolve o estádio atleticano é o retrospecto negativo do Tricolor, que jamais saiu vitorioso de lá. Em 17 confrontos desde a inauguração da arena, em 1999, a equipe paulista amargou 12 derrotas e obteve cinco empates. Diferentemente da grama, contudo, o tabu não preocupa Tréllez.

“(O tabu) Motiva. Cada jogo tem uma história diferente. Antes, enfrentamos o Corinthians, e também tinha um tabu em jogo. Ganhar daria uma motivação para nós. E, por pouco, não conseguimos o resultado. Agora temos de pensar na Copa do Brasil, fazer as coisas bem. Vai ser um jogo difícil. Mas, se esse time quiser conquistar coisas grandes, tem que começar acabando com esses tabus. É uma boa oportunidade para nós”, ressaltou.

Uma vitória em Curitiba, segundo Tréllez, ajudaria os tricolores a recuperarem a confiança abalada após a traumática eliminação para o rival Corinthians nas semifinais do Campeonato Paulista.

“Ficamos muito chateados pelo jeito que foi. No primeiro jogo fomos bem, mas no segundo tomamos um gol faltando dois minutos. Mas já passou e temos de olhar para frente”, bradou, ciente da responsabilidade do São Paulo no torneio nacional.

“A Copa do Brasil é muito importante, a gente tem a obrigação de passar. Vai ser um jogo difícil, mas estamos confiantes de que vamos fazer as coisas bem. Precisamos de um bom resultado para recuperar a confiança”, concluiu.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

3 comentários em “Tréllez alerta para grama sintética e se motiva com tabu na Arena

  1. Putz grama sintetica somado a correria do time do Fernando Diniz e nossos 3 zagueiros,vamos levar pressão até sair o gol dos caras.

    Infelizmente com esse cenário temos tudo para perder por 2 gols de diferença,mais vou torcer para que esteja errado.

  2. Não acho esse jogador um craque, mas é aguerrido e forte. Pra centro-avante está de bom tamanho. Entretanto, com a vinda desse novo uruguaio para a mesma função, talvez fosse o caso do tricolor oferecê-lo ao curintia, que tinha tentado contratá-lo antes mesmo de que o S.Paulo entrasse nas negociações, o que poderia ajustar o elenco dos dois times e recuperar a dinheirama gasta em sua contratação. Não dá para ficar com três altos salários (Trelez, o uruguaio e o Diego Souza) para apenas um entrar em campo. De-repente pode ser uma…

    • Sabe o que é pior?!?!? Seria capaz desse cara ir para o corinthians e cansar de fazer gol… aff… no São Paulo todos os jogadores ficam mimados… o nosso mais novo lateral direito chegou a alguns dias e o primeiro elogio foi o dengo de todos com os jogadores…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.