São Paulo avisa Diniz sobre “barreira” no mercado e aposta na criatividade

O São Paulo não pensa em comprar jogadores importantes nas próximas semanas. E esse aviso foi dado ao técnico Fernando Diniz nos últimos dias.

O Tricolor se esforçou para viabilizar a permanência do trio Tiago Volpi, Igor Vinicius e Vitor Bueno em definitivo e não possui previsão de compra de direitos econômicos na próxima janela internacional de transferências, a partir de janeiro.

A prioridade do São Paulo é aliviar o caixa com vendas: o primeiro da fila é o atacante Antony, mas as propostas não alcançaram o mínimo estipulado pelo Tricolor. O RB Leipzig, da Alemanha, é um dos interessados.

Sem dinheiro, o São Paulo aposta na criatividade para reforçar o sistema ofensivo: trocas ou negociações com jogadores em fim de contrato. O Tricolor quer pelo menos um meia e um atacante. Uma alternativa é parcelar pagamentos.

A diretoria do clube paulista vê o elenco capaz de entregar melhor futebol em 2020 e tenta manter a base. A estreia na Libertadores da América apenas em março faz a gestão ter cautela para agir no mercado.

 

Fonte: Gazeta Esportiv

Um comentário em “São Paulo avisa Diniz sobre “barreira” no mercado e aposta na criatividade

  1. Por que não apostar nos empréstimos? Vitor, Igor e Volpi foram aprovados nesse sistema.

    Trellez, Éverton Felipe, Calazans, Biro Biro entre outros. Sao erros que poderiam ser minimizados se tivessem sido emprestados antes de comprar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.