Reinaldo se destaca ofensivamente no pior ano do ataque tricolor

Em uma temporada de fraco desempenho ofensivo do São Paulo, com média inferior a um gol por partida, um defensor chamou a atenção no ataque tricolor. Em 2019, o lateral-esquerdo Reinaldo se destacou pelo número de gols marcados e foi um dos principais goleadores da equipe são-paulina.

Durante o ano, o camisa 6 balançou as redes em seis oportunidades e foi o vice-artilheiro do São Paulo na temporada, ao lado de Vitor Bueno e Antony. O centroavante Pablo liderou o elenco tricolor no quesito, com sete tentos. No Campeonato Brasileiro, o lateral marcou cinco vezes e só ficou atrás de Vitor Bueno entre os jogadores são-paulinos.

A temporada de 2019 foi a segunda melhor de Reinaldo em relação ao número de gols marcados. Pela Chapecoense, em 2017, o jogador de 30 anos foi às redes nove vezes. No ano anterior, ele registrou quatro tentos com a camisa da Ponte Preta.

Titular absoluto e líder dentro do elenco, ‘Kingnaldo’, como é conhecido carinhosamente pelo torcedor, chegou a dividir a braçadeira de capitão do São Paulo com Hernanes e Daniel Alves. Em outubro, o camisa 6 teve o seu vínculo com o Tricolor Paulista renovado até 2021, com opção de extensão por mais uma temporada.

Fonte: Gazeta Esportiva

2 comentários em “Reinaldo se destaca ofensivamente no pior ano do ataque tricolor

  1. Um elenco muito mal montado…
    Muitos jogadores técnicos, nenhuma imposição física. Não ganhamos nenhuma dividida, ou seja, pra liberta esse time não serve…

    Pra balancear precisamos do Calleri ou algum outro centroavante argentino. Jogador que brigue pelo espaço e tenha explosão pra antecipar os zagueiros seja na bola aérea ou na rasteira.

    Nos lados com Toró, e Éverton e Rojas voltando temos jogadores físicos para balancear a técnica de Antony, Pato e Vitor Bueno.

    No meio, só Luan ganha jogadas no corpo. Jucilei se tivesse dedicação poderia ser esse cara, mas está sempre acima do peso. Precisa contratar uns dois meias mais físicos. Hudson pode ser uma moeda de troca…

  2. O nosso artilheiro no ano de 2019 fez 7 gols… sim, apenas sete gols! Nem precisamos ir tão longe, para relembrar que, no final da década de 90, o Dodô fez 5 num único jogo. Essa estatística, por si só, é a prova cabal de como o time foi mal planejado e pessimamente gerenciado em 2019. Os meus pêsames ao Leco e, principalmente, ao ainda prestigiado Diretor remunerado Raí Vieira de Oliveira… craque com a bola nos pés e muito ruim com gestor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.