Reforços e possíveis saídas: veja o que Aguirre falou sobre o futuro do SP

Na entrevista desta sexta-feira, no CT da Barra Funda, o técnico Diego Aguirre falou sobre o futuro do São Paulo na temporada. O uruguaio respondeu sobre novas contratações – Everton, ex-Fla, foi o último contratado – e também das possíveis saídas de Éder Militão e Marcos Guilherme.

A respeito de mais reforços para o restante da temporada, o técnico do Tricolor foi cauteloso.

– Por agora não estamos falando de novas contratações, temos que ver o que acontece nos jogos e na época da Copa do Mundo, que se abre uma janela. Estou contente com o que temos, um time muito competitivo que pode brigar por coisas importantes e está se arrumando. Logicamente temos que ter uma sequência de vitórias para estar mais tranquilos e tudo esteja melhor – disse.

Sobre Éder Militão, titular do time, Aguirre disse que gostaria que ele continuasse, mas deixou claro que há coisas que estão fora do seu alcance. O jogador, formado na base do Tricolor, tem contrato até janeiro de 2019 e as negociações para renovação estão bem travadas. Há a possibilidade de ele ser negociado em breve e deixar o clube.

– São coisas que não tenho o poder de decisão. É coisa da diretoria, do clube, coisas que acontecem quando temos um jogador de tão alto nível. Futebol brasileiro é vendedor para a Europa, é coisa normal. Outros podem sair na janela de junho. Ele é excelente, mas se ele for embora temos que estar preparados e buscar outra alternativa – comentou.

A situação de Marcos Guilherme é diferente. O jogador está emprestado pelo Atlético-PR. O Tricolor fez um primeiro contrato até o meio deste ano, com um acordo por e-mail para que o vínculo fosse prorrogado até o fim do ano. Mas o clube paranaense não quer renovar o empréstimo e pretende negociar o jogador. O Flamengo tem interesse.

– É um jogador importante. Tem coisas que não dependem de mim, transferências, empréstimos, mas é um jogador importante, que ajuda e tem bom nível para estar aqui. Se ficar estou contente, mas não é uma decisão totalmente minha – falou Aguirre.

6 comentários em “Reforços e possíveis saídas: veja o que Aguirre falou sobre o futuro do SP

  1. O Marcos Guilherme é uma grande pessoa; um jogador esforçado mais muito limitado como atacante. Sua única virtude é a velocidade, já que, quando tem a bola nos pés, invariavelmente vai passar uma bola quadrada. Não é capaz de driblar o marcador e se aproximar da linha de fundo para fazer cruzamentos ( aliás, acho que sua titularidade ajudou a “matar” o Pratto no S.Paulo).
    Por tudo isso é que sou favorável a que seja devolvido. Que o Furacão o aproveite melhor. Ele viveu ótimos momentos no Paraná e, para seu bem, quem sabe aconteça novamente. É o que desejo…

  2. O Militão está saindo de graça do São Paulo, mas não tem problema porque o Lugano vai tentar contratar o Polenta pra deixar o Bruno Alves no banco e deixar o amiguinho de titular!!!

    O contrato do M.Guilherme está vencendo mas tudo bem, o Sr. Confiem em mim confiou no PTralila e agora o jagador vai sair….

    O time não se acerta treinador vive mudando a escalação mas tudo bem se perder denovo o Ricardo Rocha conta uma piada pra nós!!!!!

  3. Se pagou 10 em um fundo perdido como Diego Souza… gastar 10 em um jogador como o Marcos Guilherme que tem 10 anos a menos e pode ser vendido por mais…

    O muleque é o melhor custo beneficio de salário… joga todo jogo, não se machuca, faz funções diferentes… e joga com uma garra que da gosto de ver.

    Só Imagina… Marcos Guilherme, Nene e Calleri… nenhuma defesa saia jogando… só bicão!

  4. Os cara vão deixa o Marcos Guilherme ir embora ,,,aí ele vai pra qualquer time do Brasil e destrói,,,, Hudson tava destruindo no cruzeiro volto pra nós e pah futebol some ,,,,nos estamos a pé de diretoria e ainda tem uma inhaca q não sai nem com reza braba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.