Raí age nos bastidores para salvar passagem de Diego Souza pelo São Paulo

O São Paulo tem o projeto de resgatar o futebol de Diego Souza. Barrado contra o Rosario Central por decisão do técnico Diego Aguirre e fora diante do Paraná por conta de com uma amigdalite, o jogador foi novamente relacionado para encarar o Atlético-PR.

Ele deve ficar no banco nesta quinta-feira, às 19h15, pelo segundo duelo da quarta fase da Copa do Brasil. O São Paulo perdeu o primeiro jogo por 2 a 1 e precisa virar. Se vencer por um gol de diferença, a vaga será decidida nos pênaltis.

Embora haja quem internamente não acredite na recuperação de Diego Souza, o diretor executivo de futebol Raí é quem mais tem tentado estimular o atleta nos bastidores.

O ídolo tricolor crê na volta por cima do atleta e tem conversado nos bastidores, assim como o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

A comissão técnica de Diego Aguirre e alguns dirigentes do São Paulo esperam uma reação rápida de Diego Souza após os cortes recentes. Dependendo da resposta do atleta, ele permanecerá no clube ou não.

Diego Souza volta a ser relacionado; Everton não está regularizado (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Diego Souza volta a ser relacionado; Everton não está regularizado (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Diego Souza ficou em baixa principalmente após a atuação contra o rival Corinthians pela semifinal do Paulistão, quando o Tricolor foi eliminado. A queixa interna é de falta de intensidade nos treinos e nos jogos.

Recentemente, o São Paulo pensava seriamente em negociar o jogador – ainda há uma ala favorável. Houve, inclusive, interesse do Vasco, que recuou após uma sondagem.

Fonte: Globo  Esporte

3 comentários em “Raí age nos bastidores para salvar passagem de Diego Souza pelo São Paulo

  1. Diego Souza tem futebol pra ser titular em qq clube no Brasil.
    Precisa ser profissional e entrar em forma, porque técnica ele tem e vamos precisar dele quando o Cueva for vendido.

  2. Querem intensidade de um jogador que nunca a teve. Será que quem o contratou e pagou 10 vezes seu valor de mercado, não viu isso antes da contratação? E se viu, por que exigir dele agora? O Diego sempre jogou assim, meio que lerdão, e não me lembro dele decisivo em algum grande jogo pelos times em que jogou. Pelo contrário, lembro-me de algumas falhas em momentos de definição. Mas, pra quem o contratou, nada disso parece ter tido importância: agora o prejuízo….

    • Quando queriam contratá-lo, escrevi basicamente as mesmas coisas que você, Paulo RP. Aí, falaram que eu queria um “time de Marcinhos”, que pensava pequeno, que não queria títulos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.