Ney vê confronto equilibrado e crê em grande jogo no Independência

Duelo entre dois times praticamente iguais.  É dessa maneira que o técnico do São Paulo,Ney Franco, analisa o confronto desta quarta-feira, contra o Atlético-MG, pela fase de grupos da Taça Libertadores da América. O técnico diz que as equipes jogam da mesma maneira tática e a aliam juventude e experiência de jogadores mais rodados, inclusive com participação e conquista de Copa do Mundo.

– Se compararmos as duas equipes, muita coisa é parecida.  São duas linhas de quatro atrás. No meio-campo, dois volantes de marcação. Nós jogamos com Denilson e Wellington, e eles com Leandro Donizete e Pierre. Cada lado tem um meia de ligação, casos de Jadson e Ronaldinho Gaúcho. No ataque, duas peças com velocidade pelas pontas e uma referência. O São Paulo usa Douglas, Osvaldo e Luis Fabiano, enquanto o Atlético, pelo que estão falando, usará Bernard, Tardelli e Jô. É claro que cada lado tem suas variações, mas acredito em duas coisas. Primeiro, em um confronto equilibrado. Segundo, em um jogo bonito de ver, afinal as duas equipes têm filosofia ofensiva  analisou o treinador.

Ney Franco diz que o que pode pesar a favor de sua equipe é o maior ritmo de jogo. O São Paulo já disputou sete partidas na temporada, entre elas o mata-mata da fase inicial da Libertadores, contra o Bolívar. Do outro, o Galo entrou apenas duas vezes em campo.

– O time precisa estar em uma noite feliz. Afinal, jogar no Independência, contra o Atlético-MG e seu torcedor, não é fácil. Temos de aproveitar o fato de estarmos com mais ritmo. Tivemos uma sequência de jogos neste começo do ano, inclusive já tendo passado pela definição do confronto contra o Bolívar – ressaltou.

Após comandar dois dias de treino fechado, Ney espera que a deficiência na bola parada, que atrapalhou o Tricolor em outras partidas, tenha sido resolvida.

– Priorizamos esse trabalho durante a semana. Com o passar dos jogo, as coisas vão melhorando e acredito que estamos preparados – finalizou.

O Tricolor entrará em campo com: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Lúcio, Toloi e Cortez; Wellington, Denilson, Jadson e Douglas; Osvaldo e Luis Fabiano.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.