Lateral Cicinho anuncia o fim da carreira como jogador de futebol

Campeão paulista, da Copa Libertadores e do mundo vestindo a camisa do São Paulo, em 2005, o lateral Cicinho anunciou sua aposentadoria do futebol nesta terça (6). Aos 37 anos, o jogador revelou que as constantes dores no joelho o impossibilitaram de seguir a carreira. Ídolo do Tricolor, o atleta foi homenageado pela direção do clube do Morumbi e foi surpreendido com um vídeo de seus ex-companheiros.

– Hoje estou aqui para falar do encerramento da minha carreira devido a problemas no joelho. Estou muito feliz e bem tranquilo com essa decisão. Foi em comum acordo com a minha família e com a minha esposa. Para continuar jogando futebol precisava de uma cirurgia agressiva. Por ter 37 anos, não achei viável e, pensando na minha qualidade de vida, a melhor opção seria parar de jogar futebol, disse o jogador na sala de imprensa do estádio do Morumbi.

Revelado nas categorias de base do Botafogo-SP, o jogador passou pelo Atlético- MG antes de chegar ao São Paulo. No Tricolor, Cicinho viveu o melhor momento de sua carreira, tendo sido protagonista nas conquistas do Paulistão, Libertadores e Mundial de Clubes na mesma temporada. O jogador foi um dos pilares da equipe comandada pelo técnico Paulo Autuori, tendo marcado alguns gols importantíssimos naquela época.

Em 2006, foi para o Real Madrid e disputou a Copa do Mundo daquele ano, mas perdeu espaço e foi para Roma em 2007. Em 2010, fez sua segunda e última passagem pelo Tricolor, sendo emprestado por seis meses e pouco utilizado. Desde então, jogou em Villarreal, Sport e Brasiliense e teve uma passagem pelo Sivasspor, da Turquia, entre 2013 e 2016.

Durante a passagem pela Europa, Cicinho teve um grave problema com as bebidas e, segundo o próprio, perdeu a motivação de continuar trabalhando. Recuperado do alcoolismo, o jogador passou a frequentar igrejas e testemunhar sobre seus problemas pessoais, causados pelo consumo excessivo de álcool. Agora aposentado, Cicinho pretende passar mais tempo com a família e amigos.

 

Fonte: Lance

9 comentários em “Lateral Cicinho anuncia o fim da carreira como jogador de futebol

  1. Já mencionei em outras oportunidades: o São Paulo deveria chamar ex-jogadores como Cafu, Cicinho, Junior e Serginho, no caso dos laterais, e colocá-los para darem masterclasses para os jogadores da base. Nossos craques do passado certamente tem muito a ensinar aos jovens de Cotia. A remuneração poderia ser uma pequena porcentagem no passe dos atletas. Quem sabe assim surge um lateral direito no Tricolor?

      • João, o maior empecilho talvez fossem os cartolas. Mas é algo que tinha que ser implementado. Poucos ex-craques tem capacidade para ser técnico e de organizar taticamente uma equipe. Porém, muitos deles tem totais condições de ensinar aspectos técnicos, tipo, como cruzar, e relatar experiências vividas em campo.

  2. Tenho 33 anos, é disparado o melhor lateral direito que vi jogar no São Paulo.

    Na copa da Alemanha em 2006 merecia ter sido titular, só não foi por conta da história do Cafú na seleção, na bola Cicinho estava melhor.

    • Quinta feira (08.03)temos grande chance de passar nervoso contra porcada com nova humilhação ,mais seu gol no cantinho contra Marcos na Liberta 2005 veu a minha mente e vc ajudou a tornou o SP um pouquinho maior do que ele já era.Valeu

  3. Ufa ainda bem que nao quis voltar a jogar no sao paulo, boa sorte Cicinho um otimo lateral que desde a sua saida nunca mais apareceu outro.
    Obrigado por ser Sao Paulino de verdade.

    • Discordo. Ilsinho jogou muito depois do Cicinho.
      Logo, Ilsinho foi nosso último grande lateral direito (isso se desconsiderarmos o Mito, o Craque dos Craques, o Cara que não jogou o Campeonato Espanhol para não humilhar demais os adversários, sim, ele mesmo, o DougMITO).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.