Justiça liberta Jean, que terá que se manter afastado da mulher

A Justiça dos Estados Unidos determinou a soltura do goleiro Jean, do São Paulo, após audiência realizada nesta quinta-feira, em Orlando. O jogador é acusado de agredir a esposa Milena Bemfica durante uma discussão ocorrida na madrugada da última quarta. Ele terá o contrato com o clube rescindido por causa do episódio.

Apesar disso, o jogador continuará a ser processado na Flórida pelo crime de violência doméstica. Ele também terá que manter distância da mulher, segundo determinação do tribunal. A Justiça permitiu que ele mantenha contato com as filhas, mas sob supervisão de terceiros.

Jean poderá voltar ao Brasil e responder através de um advogado constituído no estado americano. Na audiência desta quinta-feira, o goleiro foi representado pelo advogado Jack Goldberger.

Ele deverá deixar a penitenciária do Condado de Orange ainda nesta quinta-feira, após a realização de todos os trâmites para soltura. Jean não precisou pagar fiança para ser solto. A decisão é baseada na promessa de Jean de comparecer perante o tribunal em audiências futuras e se compromete a não se envolver em outras ações ilegais.

– Ele será solto em breve – afirmou Goldberger.

Audiência nos Estados Unidos analisou caso de Jean e esposa nesta quinta-feira — Foto: infoesporte

Audiência nos Estados Unidos analisou caso de Jean e esposa nesta quinta-feira — Foto: infoesporte

No registro de ocorrência feito na quarta há um depoimento de Milena no qual consta que ela foi agredida com oito socos durante a briga, na madrugada de quarta, num hotel de Orlando, onde a família passava férias. O policial diz que questionou as filhas do casal, que corroboraram a versão da mãe.

Segundo depoimento de Jean no registro de ocorrência, a briga com a esposa teria começado quando ela se irritou ao ver o atleta conversar com uma outra mulher ao telefone. Ele relatou que a Milena ficou com ciúme e que foi agredido primeiro por ela. Ainda segundo Jean, sua esposa teria lhe acertado com um aparelho de chapinha do cabelo e o mordeu numa das coxas.

O episódio fez com que o São Paulo decidisse rescindir o contrato de Jean. O fim do vínculo será concretizado após as férias do atleta.

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Justiça liberta Jean, que terá que se manter afastado da mulher

  1. Que o Jean está fora do baralho, acredito que sim. Por qualquer preço o S.Paulo vai mandar ele passear. Se confirmar, seria inteligente por parte do Raí, ter uma conversa seria com o FERNANDO PRASS. Ele é nota 10 como pessoa além de poder ficar na reserva do Volpi, com categoria e ótima sombra!!!!!!!!!!!!!!!!
    O custo poderia ser o mesmo do Jean..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.