Jucilei cita gesto de Gabriel e pede São Paulo “fechadinho” na volta

O volante Jucilei, do São Paulo, minimizou suposta provocação de Nenê na comemoração de seu gol na vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, no último domingo, pelo jogo de ida das semifinais do Campeonato Paulista. O volante lembrou do gesto obsceno do corintiano Gabriel direcionado à torcida tricolor após Clayson empatar o clássico no Morumbi, em setembro de 2017, pelo Brasileiro.

“A comemoração do Nenê acredito que é um fato normal, vai extravasar mesmo. Gabriel fez isso da outra vez”, afirmou o camisa 8, em entrevista ao canal Espn, nesta segunda-feira.

Ciente do clima hostil que lhe aguarda no estádio de Itaquera, na próxima quarta-feira, Jucilei pediu para o Tricolor manter a frieza na arena alvinegra. “Claro que apimenta, eles vão levar isso para dentro de jogo. Tem que ter calma, não cair em provocação e sair para o jogo”, alertou.

Com a vitória por 1 a 0, o São Paulo joga por um empate para avançar à final do Estadual. Já o Corinthians precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar de forma direta. Para manter a pequena vantagem, Jucilei dá a receita.

“Temos que jogar lá fechadinho e ficar no contra-ataque. É isso que o Corinthians faz sempre, dá a bola e sai no contra-ataque. Temos que jogar com inteligência, não cair em provocação. Vai ser um jogo nervoso. Precisamos jogar com inteligência que temos o empate a nosso favor”, finalizou.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

3 comentários em “Jucilei cita gesto de Gabriel e pede São Paulo “fechadinho” na volta

  1. A imprensa é parcial para os travecos… sempre foi…

    Na época o Gabriel não sofreu nenhuma punição, nem amarelo, nem nada.

    E o Nene não fez nenhum gesto! Só passou olhando pro banco deles… que grande merda essa mídia!

  2. Gesto obsceno do lado de lá já houve mais de uma vez e foi direcionado à torcida. O carnaval criado pela imprensa nestes casos foi muito menor do que o criado agora. O mesmo vale para a atitude da arbitragem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.