Esposa diz que estuda denunciar Jean pela Lei Maria da Penha

Em um texto publicado em rede social neste sábado, a mulher do goleiro Jean, do São Paulo, afirmou que estuda representar contra o atleta no Brasil, com base na Lei Maria da Penha, por tê-la agredido durante uma viagem de férias aos Estados Unidos.

Jean foi preso pela polícia americana na última quarta-feira após discussão com a esposa num hotel em Orlando. O registro da ocorrência cita que ele desferiu oito socos em Milena.

Na publicação, Milena faz um longo desabafo, reclama do que chama de “fakes” que são utilizados, segundo ela, para causar transtornos à sua família.

Jean foi preso nos EUA e liberado um dia depois — Foto: infoesporte

Jean foi preso nos EUA e liberado um dia depois — Foto: infoesporte

A mulher diz que Jean é um “bom pai e foi um bom marido”, mas que decidiu não prestar queixa nos EUA para evitar que ele permanecesse preso em outro país:

– As demais atitudes, bem como ingressar com as indenizações pertinentes, a representação dele no Brasil pela Lei Maria da Penha, já estão sendo estudadas e examinadas junto com o corpo jurídico dos meus advogados – escreveu Milena.

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Esposa diz que estuda denunciar Jean pela Lei Maria da Penha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.