Emerson Leão elogia produção dos reservas Osvaldo e Fernandinho

Quando não dá certo na técnica, a raça a dedicação devem fazer a diferença. É dessa maneira que o técnico Emerson Leão analisou a vitória por 1 a 0 sobre o Bahia, na tarde deste domingo. Para o comandante, o time pecou na etapa inicial pela maneira estática de atuar. Na etapa inicial, com as entradas de Osvaldo e Fernandinho, a ordem foi partir para o tudo ou nada, o que acabou dando certo.
– Nosso primeiro tempo foi muito robotizado. Fizemos o tempo todo as mesmas coisas, atuando sempre de maneira paralela. Isso não trazia perigo a nós, mas também não oferecia perigo ao adversário. Foi por isso que arrisquei no segundo tempo, precisávamos da vitória pelo resultado do primeiro jogo e porque jogávamos no Morumbi. Um a zero está bom, um a zero foi bom – ressaltou.
Leão comemorou bastante, principalmente pelo fato de não poder contar com dez importantes atletas do seu elenco: Rogério Ceni, Wellington, Fabrício e Cañete (todos machucados); Lucas, Casemiro e Bruno Uvini (na Seleção Brasileira), além de Rhodolfo e Douglas (vetados pelo departamento médico de última hora) e João Filipe (liberado devido a um problema médico com o filho). Em sua entrevista, Leão ainda citou outros três atletas que estão na Seleção sub-20: o lateral-esquerdo Henrique Miranda, o atacante Ademilson e o meia João Filipe.

– É preciso ter bom senso e entendimento. Hoje não tivemos 13 jogadores. Não estou dizendo que são todos craques, mas qualquer time sem 13 é muita coisa. Eu sempre monto o banco de acordo com o que eu penso. Hoje foi com o que tinha. E curiosamente, quem melhorou o jogo foi meu banco. Isso serve como alerta a todos que sabem que, quando entram em campo, precisam incendiar a partida e não apenas entrar em campo – afirmou.
A opinião do comandante foi compartilhada pelo meia Jadson, um dos poucos destaques na atuação da equipe que, neste domingo, não repetiu suas últimas boas atuações.
– O importante foi a vitória, principalmente porque o jogo era no Morumbi. Agora teremos tranquilidade para trabalhar por dez dias e corrigir os nossos erros – finalizou o meio-campista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.